Livro II - Esforços de Guerra


Avatar do usuário

Mensagens: 15620

Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13

Localização: Curitiba, PR

Mensagem 22 Dez 2016, 15:29

Re: Livro II - Esforços de Guerra

Fenyra franze o cenho para Searinox.
Fenyra
Imagem
Amanhã. Ao nascer do sol. Você vem se quiser.

Ela anda e dá uma ombrada no ombro do cruzado para passar e adentrar a estalagem. Foi conversar com o(a) primeiro(a) estalajadeiro(a) que encontrasse para pedir um quarto grande para todos.
Personagens de PbFs
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem
Avatar do usuário

Mensagens: 7383

Registrado em: 13 Dez 2013, 16:44

Localização: Belo Horizonte - MG

Mensagem 27 Dez 2016, 11:47

Re: Livro II - Esforços de Guerra

Seanirox
- Concordo, um cama decente é o que todos precisamos. Agora sobre cavalos, não sei se temos recursos para tal, meu fundo monetário se encontra baixo no momento.

Bror Hildson
Imagem
- Tem razão. Também não tenho condições no momento.

Ele escuta a discussão entre o cruzado e Fenyra e não fica feliz com a falta de respeito do sujeito. Mas a mulher sabe se defender, então ele nada diz.

Bror Hildson
Imagem
- Ouviram a dama. Vamos levantar cedo, então precisamos encontrar um bom lugar pra dormir. Vai ser bom descansar em deitar em uma cama de verdade depois de tomar banho e sem precisar se preocupar com insetos ou predadores.
BAÚ DO JUDAS
AO CAIR DA NOITE 3D&T

Azog (Werra Ataca)
Cornélia Volg (Crônicas da Tormenta)
Éleos (Desafio dos Deuses TRPG)
Escudo (BnH Brazil Hen)

O DISCO DOS TRÊS: ON OFF FICHAS E STATUS
CRÔNICAS ARTONIANAS: ON FICHAS E STATUS
Avatar do usuário

Mensagens: 3331

Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03

Mensagem 04 Jan 2017, 13:07

Re: Livro II - Esforços de Guerra

Capítulo 2
Caminho para Ambição


Assim que adentraram o lugar, o ar ficou mais quente, porém não insuportável. O cheiro de carne assada com especiarias inundava as narinas. O lugar era circular, com um balcão redondo no centro, onde um anão robusto atendia as pessoas com uma risada alta. Havia muitas mesas vazias e também muitas outras ocupadas e um falatório suportável. Um sujeito gordo e de roupas bufantes empoeiradas comia uma coxa de galinha no canto. Dois homens bebiam cerveja no balcão e pareciam meros camponeses. Numa mesa perto da porta um sujeito de cabelos bagunçados e verdes, trajando uma armadura leve olhava constantemente para a porta, com seus olhos vermelhos. Ainda havia duas mesas juntas onde um grupos de homens bebiam, também perto da entrada. Este grupo era composto por quatro indivíduos com armaduras de couro e espadas longas na cintura e um último maior, de barba e cabelos castanhos. Ele tinha o dorso nu, curtido por batalhas e tatuagens nos braços, lembrando serpentes.

Pelo corredor uma moça de aparentemente quinze invernos se aproximava com uma bandeja redonda em mãos, repleta de canecas de cerveja. Trajava uma saia bege de tecido puído e uma camisa branca limpa, com um decote discreto. Os cabelos castanhos estavam presos em uma trança e ela parecia se dirigir a mesas dos homens armados, mas não antes de passar pelo grupo e dizer algo. Entretanto, ao passar perto do homem das tatuagens, o mesmo agarrou seu braço.

- Sente em meu colo - e riu, expelindo o cheiro de cerveja em seu bafo. A moça, assustada se soltou e tropeçou para longe. As canecas de cerveja foram derramadas quase que inteiramente sobre Searinox, enquanto a moça rodopiou e caiu sob os pés do rapaz de cabelos verdes que teve sua atenção desviada da porta para ela.

- Me... Me desculpe - ela olhou com os olhos cheios de lágrimas para o Cruzado.

Os homens riram.

***

Kss havia chegado havia algumas horas de Valkaria. Desde que saíra da Academia Arcana tentava estudar mais e mais sobre seu problema e abrir seu próprio negócio. Era claro que por suas amizades no lugar, sempre era bem vindo para fazer pesquisas por lá, porém não pegar ingredientes de seus laboratórios. Por isso estava ali, para falar com um contato á respeito de alguns itens, porém na última vez que olhou para a porta pensando ser seu conhecido (já duas horas atrasado), viu um grupo de aventureiros que adentrou, e o que veio em seguida fora bem rápido. Um dos homens da outra mesa tentou algo com a jovem, que num momento de susto se soltou e acabou derrubando cerveja em um dos recém chegados e caindo finalmente em seus pés, chorosa.

O que vocês fazem?
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem
Avatar do usuário

Mensagens: 7383

Registrado em: 13 Dez 2013, 16:44

Localização: Belo Horizonte - MG

Mensagem 04 Jan 2017, 15:54

Re: Livro II - Esforços de Guerra

Bror entrou na taverna e observou o lugar. Era um pardieiro, mas melhor que aquela (que parecia outra vida) em Tyrondir. Viu uma menina ser derrubada por um mercenário enquanto a cerveja que carregava banhava Seanirox.

Aproximou-se e ajudou-a a se erguer.

Bror Hildson
Imagem
- Está tudo bem, mocinha. Não foi sua culpa.

Olhou para o mercenários sentados à mesa. Por trás da máscara sua expressão de irritação seria evidente e ele considerou por um instante disparar algumas flechas. Mas achou melhor esperar a reação dos outros. Não estava capacitado para o combate de perto e não tinha intenção de matar alguém (embora desejasse).
BAÚ DO JUDAS
AO CAIR DA NOITE 3D&T

Azog (Werra Ataca)
Cornélia Volg (Crônicas da Tormenta)
Éleos (Desafio dos Deuses TRPG)
Escudo (BnH Brazil Hen)

O DISCO DOS TRÊS: ON OFF FICHAS E STATUS
CRÔNICAS ARTONIANAS: ON FICHAS E STATUS
Avatar do usuário

Mensagens: 15620

Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13

Localização: Curitiba, PR

Mensagem 05 Jan 2017, 15:34

Re: Livro II - Esforços de Guerra

Fenyra adentrava o local com o cenho franzido por se desgastar com Serianox e mal teve tempo de analisar a taverna quando viu uma pequena confusão se alastrar. A mulher foi acudida por Bror em seguida. Fenyra andou até ela com rosto fechado, porém, suas palavras foram em tons gentis.
Fenyra
Imagem
Não se preocupe. Está tudo bem agora.

Dizia enquanto ajudava a pegar as canecas próximas a Searinox e a bandeja. Esperava demonstrar à mulher que não deixaria ninguém fazer mal a ela. Depois lançou um olhar com sobrancelhas arqueadas para os mercenários. Tinha vontade de pisar fundo ali e bater em algumas cabeças. Mas desde sua ressurreição ela sentia-se insegura, mais frágil. Quando essa sensação passaria? Se é que passaria... resumiu-se a cruzar os braços, esperando a provocação derradeira.

Ou que alguém tentasse promover a paz ali.
Personagens de PbFs
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem
Avatar do usuário

Mensagens: 3816

Registrado em: 22 Jul 2015, 21:23

Mensagem 10 Jan 2017, 15:32

Re: Livro II - Esforços de Guerra

Deu os ombros para a resposta e suspirou, entrando na taverna enquanto responde os companheiros.

- Vou ceder por agora mas isso tem que parar, essa atitude.. chega a ser quase patético, pen-.

Então canecas de cervejas voaram nele, e Searinox apenas ficou parado enquanto seus companheiros acudiam e ajudavam a moça. Sem se limpar ele respirou fundo, uma vez, duas vezes, três vezes e então os homem riram.

Searinox's Mind escreveu:
Imagem


Ele passou a mão na roupa molhada e depois a balançou no ar, foi até a moça, a pegou pelo braço e a puxou até a mesa do homem da tatuagem.

- Peça desculpas...

A moça estava para falar mas foi interrompida por Searinox.

- Estou falando com ele, Peça desculpas a moça.

Primeiro Intimidar +9 e qualquer, tipo qualquer atitude hostil deles é uma manoplada +5 (1d4+5) na cara do mais proximo. To falando qualquer coisa mesmo, ele respiro torto, manoplada nele e não vem depois falar que eu aceitei o pedido me virei e ele atacou pois irei estar prestando atenção nisso!
Magias Preparadas: Benção x2, Escudo da Fé x2, Remover Medo x1.
Avatar do usuário

Mensagens: 11282

Registrado em: 09 Dez 2013, 17:50

Mensagem 10 Jan 2017, 16:00

Re: Livro II - Esforços de Guerra

Terry vê as coisas acontecerem muito rápido e mal tem tempo de pensar, seu primeiro ato foi servir de escudo para a Lilith.

- Seanrinox, espero que se lembre que temos coisas mais urgentes para nós preocupar.

Briga de bar não era a melhor coisa a ser feita nesse momento.
Melhor queimar do que apagar aos poucos.
-Neil Young.
o lema dos 3D&Tistas
"-seremos o ultimo foco de resistência do sistema"
Warrior 25/ Dark Knight 10/ Demi-God.
Avatar do usuário

Mensagens: 3331

Registrado em: 10 Dez 2013, 11:03

Mensagem 11 Jan 2017, 20:15

Re: Livro II - Esforços de Guerra

Capítulo 2
Caminho para Ambição


Enquanto o grupo entrava de um certo modo distraído na taverna, com Searinox conjecturando sobre a atitude de Fenyra, aquela cena acontecera, e por um momento, tudo ficou em silêncio. Bror rapidamente ajudou a moça a se levantar e a Tolloniense se pôs a ajudar também. O cruzado do poder, respirou fundo e puxou a atendente pelo braço e exigiu desculpas. Lilith se escondeu atrás de Terry quando ela falou, e isso fez o líder daquele grupo desviar o olhar despreocupado para ela e de volta para Searinox. Era um homem robusto, de cabelos castanhos e tatuagens com formas de serpentes. Um dos homens, um sujeito sujo soltou um riso.

- Sua puta está cham...


Era muita calmaria nos últimos dias mesmo.

O cruzado soltou o braço da moça e num borrão socou a cara do infeliz que tentava terminar a frase. O nariz do sujeito explodiu em sangue e caiu de costas desacordado. Os homens levantaram-se depressa, e aquele que parecia o líder virou a mesa e apanhou o machado. Eles não pareciam se importar com os outros por enquanto, apenas em surrar Searinox.

O taverneiro se escondeu atrás do balcão, enquanto os outros clientes saíam para longe daquilo.

Imagem

Terry 22
Fenyra 18
Searinox 18
Bror 16
Capangas 16
Líder 14
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem
Avatar do usuário

Mensagens: 11282

Registrado em: 09 Dez 2013, 17:50

Mensagem 12 Jan 2017, 06:23

Re: Livro II - Esforços de Guerra

Terry se afasta do grupo com Lilith por segurança e aguarda o resultado para sua acão.

Vou atrasar minha ação para ver o que Bror e Fenyra farão. Caso ataquem irei usar Míssel Mágico no líder, caso contrário irei aguardar e manter Lilith a salvo
Melhor queimar do que apagar aos poucos.
-Neil Young.
o lema dos 3D&Tistas
"-seremos o ultimo foco de resistência do sistema"
Warrior 25/ Dark Knight 10/ Demi-God.
Avatar do usuário

Mensagens: 15620

Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13

Localização: Curitiba, PR

Mensagem 12 Jan 2017, 09:13

Re: Livro II - Esforços de Guerra

Fenyra mostrou um sorriso de canto de boca quando Searinox exigiu desculpas ao bando para a mulher.

Um gracejo. Um soco. Homens de pé em fúria. Um deles, o maior, pegou um machado.

Fenyra rolou os olhos com um suspiro.
Fenyra
Imagem
Homens...

A tolloniense juntou as mãos para estalar os dedos enquanto inclinava a cabeça para as laterais, estalando o pescoço no processo. Com uma respiração leve, controlou a ansiedade e observou a situação. Reuniu a coragem e fez o que deveria. Puxou a mulher com rudeza e se pôs à frente do bando de selvagens, ao lado de Searinox. Ergueu os punhos na altura dos olhos, flexionou os joelhos com as pernas afastadas. Estava em sua postura de combate.

OFF: Movimento para trocar de lugar com a mulher para ficar em D12. Ação padrão preparada. Se mais alguém entrar em sua área de ameaça, ela usará o golpe Ataque em Arco (2PE) com Pata do Leopardo: +8 (1d6+4, x2).
Personagens de PbFs
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem
AnteriorPróximo

Voltar para A Vingança Élfica

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: nenhum usuário registrado e 2 visitantes.