Mensagem 14 Out 2016, 14:04

Re: Crônica III - Sangue Sagrado

Capítulo 4
Retorno e Acerto de Contas


Depois de toda a cena, Alice por fim levitou o orbe em sua mão e arremessou para a garota, que por sua vez não perdeu tempo em entregar para a mãe. A Fúria lentamente apanhou o objeto, e com com sua unha tocou o topo, que trincou e quebrou suavemente, então se pôs a beber o conteúdo. Ela foi se levantando lentamente, com seus músculos se enchendo de força novamente. Seus cabelos iam retornando e assumindo uma coloração loira. Os olhos assumiram a tonalidade de outro derretido incandescente. Porém o mais impressionante foram as asas, que após se tornarem brancas, se incendiaram, iluminando o local e enchendo o rosto de todos com um calor próximo.

- Finalmente! - disse ela com uma voz metálica e bélica - Agora beba o que restou garoto e terá seu braço de volta - ela entregou a orbe com um pouco do liquido para Hendrid.

Suas asas se agitaram.

- Tome - entregou uma medalhão para Aldred, circular, de ouro, com uma espada em chamas gravada - Uma vez. Uma única vez, vocês poderão me convocar em seu auxílio e eu lutarei contra seus inimigos e Klaire, sei que nunca aprovei muito sua amizade com minha filha, mas você se provou digna, talvez fosse a hora de se unir a um grupo, se decidir que sim, o medalhão também é seu, assim como deles.

De repente seus braços se transformaram em lâminas douradas e ela olhou para a filha.

- Eu irei visita-la de tempos em tempos, como de costume... Se cuide - depois olhou para Sabbah - Valkaria... Os outros dois deixo por sua conta... Poder e Genialidade.

Dito isso sumiu em um clarão de luz.

Alice se retirava para seus aposentos. Aldred tinha o medalhão, mas era uma recompensa para todo o grupo (ou que seria deles agora). Hendrid tinha sua cura. Klaire havia recebido o reconhecimento da celestial e um conselho, dependia dela o que faria agora.

E havia Sabbah.

***

Alice estava em seus aposentos, cansada. Tanto fisicamente, quanto mentalmente. Ela era superior. Isso pelo menos em sua convicção e considerava que já não era possível aturar certos companheiros, talvez todos. Porém, com todas as habilidades que julgava ter não percebeu quando ele entrou. Oculto em sombras, silencioso, assim como fora quando matou cinco goblins sem ser detectado. Ele não a atacou, apenas imobilizou e rapidamente tampou sua boca, depois tudo ficou escuro com o trapo que amarrou em volta de seus olhos. Foi arrastada com as mãos atadas e a boca tampada, não conseguia enxergar. O tempo demorou para passar, fosse quem fosse, estava levando ela pra longe e a garota sabia o motivo.

Sentiu o chão úmido embaixo e o cheiro de comida podre, quando a venda foi tirada. Estava em um beco, longe do templo e ele diante dela. Os olhos vermelhos a observando sérios. Ele a amarrou e impediu que falasse para que não pudesse conjurar, nem magias arcanas e nem fazer preces e naquele estado seria extremamente difícil ela fazer isso, e se ambos estavam num beco era porque ele não poderia fazer muito mais dentro de um tempo da Deusa da Paz. O lugar inibia atos violentos, mas não mudava a natureza de ninguém e não podia fazer isso constantemente com sentimentos acumulados, então ele a capturou e a levou para fora.

Sabbah brincava com sua adaga em mãos e no frio da noite, só os deuses saberiam o que ele faria.

FIM DA CRÔNICA III.

-----------------------

BÔNUS DE INTERPRETAÇÃO P/ TODOS: 70 XP.

RAPTO DE ALICE: 100 XP.

MISSÃO CUMPRIDA: 150 XP.


Ressuscitado pela última vez por John Lessard em 14 Out 2016, 14:04.
Personagens em Pbfs:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem