Lendas de Arton


Com Tormenta Alpha, Arton e 3D&T se unem novamente em uma versão absurdamente poderosa, veloz, dinâmica e colorida. Aqui, você pode chegar até onde nenhum outro artoniano jamais esteve.

Avatar do usuário

Mensagens: 3194

Registrado em: 10 Dez 2013, 13:50

Mensagem 02 Out 2017, 19:52

Re: Lendas de Arton

Gostei da ficha. DPS de primeiro turno.
"Barbárie é o estado natural da humanidade. A civilização não é algo natural. É um capricho de circunstância. O barbarismo há de triunfar sempre no final."

- Robert E. Howard
Avatar do usuário

Mensagens: 90

Registrado em: 24 Out 2016, 20:52

Mensagem 22 Out 2017, 00:35

Re: Lendas de Arton

Lendas de Arton #3- segunda parte: http://jamboeditora.com.br/6471/lendas- ... ino-caido/

Vendo a fica do Sean, nas táticas é mencionado que ele prefere utilizar a manobra Flanquear, ativando o Golpe de Misericórdia. Então o poder Flanquear realmente serve pra ativar habilidades que pegam o alvo como se estivesse indefeso? Eu sempre tive essa dúvida.
Avatar do usuário

Mensagens: 2167

Registrado em: 11 Dez 2013, 05:13

Localização: Forno Alegre

Mensagem 22 Out 2017, 14:57

Re: Lendas de Arton

Isso é dito no poder Ataque Furtivo do Ladino, que funciona apenas em alvos Indefesos e que pode ser usado em alvos de Flanquear. Na prática ignorar a H significa que o alvo está 'Indefeso' mesmo sem ignorar a rolagem de 1d dele na FD.
Avatar do usuário

Mensagens: 90

Registrado em: 24 Out 2016, 20:52

Mensagem 22 Out 2017, 21:53

Re: Lendas de Arton

Shion escreveu:Isso é dito no poder Ataque Furtivo do Ladino, que funciona apenas em alvos Indefesos e que pode ser usado em alvos de Flanquear. Na prática ignorar a H significa que o alvo está 'Indefeso' mesmo sem ignorar a rolagem de 1d dele na FD.


Interessante. Então um alvo caído, como efeito de algumas técnicas de luta, estaria sujeito ao mesmo efeito. Desculpem, sei que a sessão de dúvidas não é essa, foi mais por estar relacionada ao personagem citado.
Avatar do usuário

Mensagens: 2167

Registrado em: 11 Dez 2013, 05:13

Localização: Forno Alegre

Mensagem 22 Out 2017, 22:05

Re: Lendas de Arton

Tecnicamente sim, um oponente caído como aparece no MC pg64 estaria sujeito à estas manobras/poderes que afetam personagens Indefesos.
Avatar do usuário

Mensagens: 178

Registrado em: 24 Mar 2016, 21:37

Mensagem 17 Nov 2017, 10:50

Re: Lendas de Arton

Sobre a ficha do Aleph olhos vermelhos.

"Imortal" ... tipo, só isso mesmo? Porque tipo, a ficha antiga, de outro sistema, tratava ele como alguém que sempre recuperava todos (ou boa parte não lembro) de seus pontos de vida sempre que atacado. Ou seja, se ele se afasta-se do medalhão ele perdia essa capacidade até recuperá-lo. Porém, do jeito que está alguém pode matá-lo e roubar o medalhão, e aí como ele vai voltar a vida?! Afinal, Imortal trás o indivíduo de volta a vida em um futuro próximo (ou não tão próximo assim). Imortal 2 teria um problema semelhante uma vez que ele voltaria a vida após a situação de perigo acabar, o que quer dizer que o medalhão poderia ser roubado...

Ou seja, sempre que ele morre ele tem que contar com a sorte para ninguém levar seu medalhão uma vez que ele estará morto... Ou funciona de forma diferente?
E se por acaso o corpo dele sofrer algum dano absurdo tipo "foi desintegrado"... Como ficaria a situação?
O Medalhão não emana aura mágica, mas é um medalhão de 5 pontos, então presumo que qualquer um possa se beneficiar dele como se fosse um "medalhão de wynna"... Ou não?!
Avatar do usuário

Mensagens: 2904

Registrado em: 09 Dez 2013, 18:34

Mensagem 17 Nov 2017, 11:40

Re: Lendas de Arton

Acho que desde que ele morra com o medalhão, ele revive com o medalhão, mesmo se for desintegrado, incinerado, etc. (nesses casos sobra só o medalhão) e mesmo se o medalhão for levado por alguém depois dele morrer. O que sobrar de corpo dele some e o medalhão some de quem estiver com ele, e ele volta.
Avatar do usuário

Mensagens: 178

Registrado em: 24 Mar 2016, 21:37

Mensagem 17 Nov 2017, 13:46

Re: Lendas de Arton

the ga escreveu:Acho que desde que ele morra com o medalhão, ele revive com o medalhão, mesmo se for desintegrado, incinerado, etc. (nesses casos sobra só o medalhão) e mesmo se o medalhão for levado por alguém depois dele morrer. O que sobrar de corpo dele some e o medalhão some de quem estiver com ele, e ele volta.


Hum... talvez não precise o medalhão sumir de quem roubou... Como a Lust ia voltando a vida mesmo quando alguém retira a pedra filosofal dela...

Valeu as Ideias the ga. =)

Para quem não identificou a cena... Fullmetal A. Brotherhood Avança para 1:30 +/-

https://www.youtube.com/watch?v=u7WVKXwQocA
Avatar do usuário

Mensagens: 521

Registrado em: 27 Ago 2015, 12:55

Localização: Porto Alegre, Namalkah

Mensagem 17 Nov 2017, 13:57

Re: Lendas de Arton

Opa,
Waldson escreveu:"Imortal" ... tipo, só isso mesmo? Porque tipo, a ficha antiga, de outro sistema, tratava ele como alguém que sempre recuperava todos (ou boa parte não lembro) de seus pontos de vida sempre que atacado.

Você se refere à recuperação que ele tem quando retoma o medalhão na aventura O (Quase) Imortal, certo? Entendi aquilo como um recurso narrativo para aquela situação específica, para que os jogadores não tivessem que esperar muito mais tempo para finalizar a aventura, depois de reaver o medalhão ao mago. Se reaver o medalhão sempre recuperasse todos os PVs dele, era só deixar de tocar o objeto e tocar novamente no próximo turno, se ele ficasse em apuros. Não é como se o medalhão funcionasse como uma magia de Cura Total — uma vez retomado o medalhão, ele iria se recuperando conforme as regras de Teste de Morte (Manual 3D&T Alpha, pág. 26). Mas essa é a minha interpretação, claro.

Waldson escreveu:Porém, do jeito que está alguém pode matá-lo e roubar o medalhão, e aí como ele vai voltar a vida?!

Ou seja, sempre que ele morre ele tem que contar com a sorte para ninguém levar seu medalhão uma vez que ele estará morto... Ou funciona de forma diferente?

Perceba que o medalhão não o impede de tirar um resultado 6 no Teste de Morte — ele só faz com que Aleph volte, caso ainda se mantenha em contato com o corpo, como a regra de Imortal. Se ele morrer e alguém retirar o medalhão, ele permanece morto e não volta mais.

E se por acaso o corpo dele sofrer algum dano absurdo tipo "foi desintegrado"... Como ficaria a situação?

Acho que depende do mestre, aí. Eu permitiria que ele voltasse, se estivesse com o medalhão no momento da desintegração, como ocorreria normalmente com um personagem Imortal. Aí o corpo retorna onde estiver o medalhão.

O Medalhão não emana aura mágica, mas é um medalhão de 5 pontos, então presumo que qualquer um possa se beneficiar dele como se fosse um "medalhão de wynna"... Ou não?!

Em minha opinião, apesar de ter sido um artefato criado especificamente para o Aleph, eu permitiria que o efeito do Medalhão de Wynna funcionasse normalmente com qualquer um, mas sem conceder imortalidade ou a ligação vital que Aleph tem com o item. E ele continuaria podendo ser destruído apenas por seres em escala Kami. Mas, de novo, isso vai de acordo com o mestre.
Avatar do usuário

Mensagens: 178

Registrado em: 24 Mar 2016, 21:37

Mensagem 17 Nov 2017, 14:21

Re: Lendas de Arton

Tiagoriebir escreveu:Opa,

Waldson escreveu:Porém, do jeito que está alguém pode matá-lo e roubar o medalhão, e aí como ele vai voltar a vida?!

Ou seja, sempre que ele morre ele tem que contar com a sorte para ninguém levar seu medalhão uma vez que ele estará morto... Ou funciona de forma diferente?

Perceba que o medalhão não o impede de tirar um resultado 6 no Teste de Morte — ele só faz com que Aleph volte, caso ainda se mantenha em contato com o corpo, como a regra de Imortal. Se ele morrer e alguém retirar o medalhão, ele permanece morto e não volta mais.

E se por acaso o corpo dele sofrer algum dano absurdo tipo "foi desintegrado"... Como ficaria a situação?

Acho que depende do mestre, aí. Eu permitiria que ele voltasse, se estivesse com o medalhão no momento da desintegração, como ocorreria normalmente com um personagem Imortal. Aí o corpo retorna onde estiver o medalhão.



Essas informações ficam contraditórias a meu ver, uma vez que desintegrado não há mais contato com o medalhão. E em ambas as situações ele não seria tão auto confiante quanto descrito "Acha que nada em arton pode o matar" e tal...

Acho que a interpretação do The Ga tem um pouco mais de sentido, onde ele pode morrer a vontade e voltar dos mortos sempre que morrer em contato com o medalhão. Mas se morrer com o medalhão longe de si as coisas mudam. Mas claro, isso tudo depende da mesa e do narrador, ambas dão bons ganchos de aventuras.
AnteriorPróximo

Voltar para Tormenta Alpha

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: nenhum usuário registrado e 1 visitante.