Tormenta Alpha - A Maldição do Trono (ON) Fechado

Avatar do usuário
Kaidre
Mensagens: 5756
Registrado em: 11 Dez 2013, 14:40

Re: Tormenta Alpha - A Maldição do Trono (ON)

Mensagem por Kaidre » 23 Fev 2017, 20:13

Com a interferência de Maryanne, Erick percebe o quão inconveniente e desagradável estava sendo para com todos.

- Minhas mais sinceras desculpas senhorita Annora. Em nenhum momento tive a intenção de perturba-la. Tens minha palavra que não voltarei a repetir esse erro.

O mago se referia ao vício de incomodar a moça e não as palavras ríspidas que trocara com o minauro.

Avatar do usuário
DiceScarlata
Mensagens: 1499
Registrado em: 22 Jan 2017, 02:15

Gaius

Mensagem por DiceScarlata » 23 Fev 2017, 23:26

Gaius Punhos de Sangue
Imagem

"Gaius ficara envergonhado com a interferência da menina. Só então havia entendido o papelão que estava fazendo. Por um momento quase fez um bico com bochechas inchadas, igual uma verdadeira criançona, mas se recompôs. "Você é um paladino! Haja como tal! ". Respirou fundo. Quando estava prestes a se desculpar, cogitando até mesmo oferecer a mão em cumprimento ao meio elfo para resolverem as coisas, percebeu que ele ameaçou continuar o debate. Ficou desacreditado com as ações dele
Kaidre escreveu:
- Entendo. Você provavelmente não sabe....
- Ta, ta... Ta bom pequeno.

*Antes mesmo do meio-elfo, seguir falando o Minauro lhe deu as costas, o deixando falando sozinho e foi até a garota Annora. Mesmo depois do pedido aflito dela ainda queria fazer cena? O que tinha de errado com ele. Normalmente quebraria os dentes da boca de um cara assim, mas a menina estava certa. Aquilo não era conduta de um guerreiro sagrado. Nem de uma pessoa educada. Se Ajoelhou a frente dela, para que ambos ficassem na mesma altura

- Eu sinto, menina Annora. Tenho impulsos em mim difíceis de conter. Como um Minauro eu habito em dois mundos. Um em que sou odiado pelos minotauros e desejo vencê-los. E outro em que convivo com o preconceito daqueles que não sabem o que sou. Portanto, tive a necessidade de aprender a me defender tanto pelos punhos, quanto pelas palavras. Mas isso deveria ser para inimigos, não para novos companheiros de viagem. Principalmente se fui eu quem começou o mal entendido.

*Acariciou os cabelos da menina e sorriu sincero. E então voltou-se para o meio elfo, que agora começava suas desculpas para ela.

- Há vidas em risco. Isso que me importa. O que você não puder fazer com a magia, eu farei com força. O que eu não puder fazer com força, você fara com sua inteligência. Que tal lhe parece? Uma trégua? Não me importaria de resolver isso aqui e agora de qualquer outra maneira, mas nesse momento, ha aqueles que precisam de nós. Precisam de aventureiros. Quero estar lá para eles, e você?

*Cruzou os braços e se afastou da menina"

- Depois resolveremos nossas desavenças, Erick. Agora, nossas forças serão uma. Pelo bem de outros.

"Apontou para Annora e disse destemido"

- E dela.

"Então saiu andando. Não queria que ela visse o quanto suas bochechas ficaram vermelhas. (xD)
Bom como dito no off, respeitei a ordem dos posts e como jogador, optei por não ler toda a resposta de Erick e agir de acordo com o Gaius =) Acho que fica simples assim. Sorry qualquer coisa! xD E vamo que vamo!
Tribo Scarlata


- MUNDO DE ARTON: GRUPO MADEIRA DE TOLLON (on):Angra Cabelos de Fogo
- MUNDO DE ARTON: GRUPO AÇO-RUBI (on): Jihad das Areias Vermelhas
- MUNDO DE ARTON: GRUPO JADE (on):Sr. Fuu
- JOHNVERSE: PRESA DE FERRO (on): Jinx - Cruzado da Ordem dos cabeças de Dado
- JUDASVERSO: CRÔNICAS DA TORMENTA (on): Nagamaki no Gouka!
- FUI REENCARNADO COMO MONSTRO (on): Gizmo
- OUTONO (on): Sandman

Avatar do usuário
Lucena
Mensagens: 3975
Registrado em: 13 Jan 2015, 21:24

Re: Tormenta Alpha - A Maldição do Trono (ON)

Mensagem por Lucena » 24 Fev 2017, 00:20

- Obrigado pela acolhida, senhora. Uma sacerdotisa de Tanna-Toh? Que ótimo! Mas com o rosto coberto desta forma eu bem poderia toma-la por uma seguidora de Azgher. Me permitiria ver seu rosto?
Os olhos de Nadinah se arregalam com o pedido do rapaz, mas logo se estreitam de raiva. Ela resolve responde-lo logo e o faz com a mesma voz silenciosa de antes.

Fico "feliz" que tenha me pedido permissão em vez de tentar ver diretamente. Não o faça novamente. A resposta será a mesma de agora. NÃO!
E em nome de Tanna-toh, lhe dispensarei um pouco de conhecimento. Nunca peça para ver o rosto de um Sar-Allan, especialmente um que acaba de conhecer, ou ele resolve te mostrar o vontade própria ou não mostrará nunca! É rude achar que só por que não sou devota do Pai Sol eu não sigo os costumes de meu povo.


Durante a fala ela se movia, se aproximando do rapaz a passos decididos até estar frente a frente com ele.

Você a primeira pessoa do Reinado que me pergunta tal coisa. Espero que continue sendo a exceção.

A clériga volta a mesa e continua seus serviços. Depois de uma paus silenciosa entre ambos, o mago volta a falar.
- Sim, senhora. Busco estudar a criatura. Invocação é minha área de especialidade e este ser atraiu meu interesse. Foi o próprio lorde que me contou sobre ela.

- Tsc, esperava que ele pudesse me levar até à mesma. Talvez eu deva ir atrás deles. Sabe para onde exatamente ele foi? Acho que vou precisar de um guia...
Eu sei a onde ele foi, mas não tenho os meios de guiar alguém por uma floresta infestada de lobos e outros perigos. Tenho todas as informações e documentos que Carver tinha sobre a besta, se quiser para seu estudo, estão ao dispor de qualquer um que as deseje. Então não danifique nada e nem retire-os do templo.

Disse ela, ainda sem aumentar o volume de sua voz. Ela não havia se sentido confortável com a primeira impressão que teve do mago. A sar-allan então se dirige para fora do templo com a intenção de dar sua caminhada diária pela cidade para aprender mais do dia-a-dia dos povos do sul.
Aquila, queria que Nadinah tivesse escrito em seu livro uma sessão de anotações com informações essenciais e teorias sobre o Krenshar, tendo como base o que Carver a havia apresentado.
Everything Lives!

Código: Selecionar todos

[quote="Pelleas"][img]https://i.imgur.com/qkSeY1p.png[/img]
 [/quote]

Avatar do usuário
Aquila
Mensagens: 3252
Registrado em: 10 Dez 2013, 13:49
Localização: Lamnor
Contato:

Re: Tormenta Alpha - A Maldição do Trono (ON)

Mensagem por Aquila » 24 Fev 2017, 16:56

Aventura: Arauto do Terror

Vila de Mirona - Baronato de Cadamar - Norte de Ahlen
Tarde de Valag 18 sob Wynn, 1410 CE

Gaius, Erick e Maryanne
Annora disse
- O teletransporte falhou... acho que pode ter havido alguma interferência externa. E Erick ficou preocupado, quis ir direto ao encontro de Carver e os demais e saiu em disparada.
Farran olha para Anorra com um misto de preocupação e alívio, segurando os ombro da garota e tocando seu rosto com suas mãos ásperas, como se procurasse ferimentos e ao mesmo tempo se segurasse para não lhe dar uma bronca, mas ele apenas alisa os cabelos dela e sorri.

- Devia ter me esperado, Annora - ele diz, olhando nos olhos dela. - Como posso protegê-la se está sempre correndo de mim? Sei que pode se cuidar, mas... Fico contente em saber que está bem. Quando eu notei que haviam saído, tentei acompanhá-los, mas acabei perdendo o rastro. O que pretendiam?
Annora disse
- Houve um desentendimento e o senhor Gaius achou que estava sendo caçado por Erick... e aí correu atrás dele. Mas foi tudo resolvido e agora Gaius nos ajudará na missão contra o krenshar. Gaius, este é meu irmão Farran Valgard. Irmãozão, esse é Gaius.
Gaius disse
- M-muito prazer, Nathaniel. Sou gaius dos punhos de sangue. Um paladino a seu dispor. Cometi uma confusão lá atrás e portanto quero corrigi-la. Será uma honra ajudá-los.
Com os punhos na cintura, Farran olha para Gaius com um olhar analisador, como se medisse o minauro pela expressão de seu olhar - ele é quase tão alto quanto Gaius e igualmente musculoso, de uma forma que ressalta sua agilidade - mas logo ele relaxa.

- Que bom que tudo foi esclarecido - ele diz, ignorando a mesura de Gaius, segurando sua mão em um aperto forte de guerreiro - É um prazer conhecê-lo, Gaius. Um paladino, você disse? De que deus? seja como for, isso é muito bom. Se o krenshar for tudo que ouvimos dizerem, a ajuda de um Campeão do Bem será muito bem vinda.
Erick disse
- A propósito Farran, onde está o reverendo Jonh?
- Eu tinha esperança de que ele estivesse com vocês - o guerreiro responde com o rosto sério. - Parece que quando chegamos, ele não apareceu na praça. As pessoas que estavam lá disseram que somente nós três chegamos.

O guerreiro olha para Erick.

- O que aconteceu com a mágica, mago? O que pode ter acontecido com Jon? É possível que ele tenha ido parar em outro lugar através da mesma mágica que nos trouxe para a cidade? Ele pode estar bem, não há como saber, mas também pode estar em perigo - ou morto! Temos que encontrá-lo antes que...

O guerreiro fica desconcertado quando percebe que sua preocupação se perde em meio à discussão que surge entre Gaius e Erick. Ele olha para Annora como se tentasse entender o que está acontecendo, mas ela parece tão surpresa pela situação quanto ele. Seus músculos se retesam e ele dá um passo em direção ao mago, mas Annora surge entre Gaius e Erick, tentando encerrar a discussão.

Quando tudo termina, Farran pisca para Annora, agradecido, enquanto observa Gaius se afastar, analisando, com um brilho no olhar, a forma como o guerreiro evita a provocação de Erick.

- Então - ele diz, quando tudo parece calmo. - Precisamos decidir o que faremos agora.

- Sabemos que os caçadores estão indo indo para uma armadilha, mas não temos como chegar até eles a tempo de avisá-los sobre o perigo. O teleporte não é uma opção segura, então não podemos ajudá-los pessoalmente, mas pode haver algum meio de avisá-los... Eu tenho uma ideia mas... - Com a mão no queixo, pensativo, o guerreiro olha para Erick sem demonstrar muita confiança. - Eu descobri que Carver chegou na vila com outra sacerdotisa, e que ela está no templo dos deuses. Não sei por que não a vimos ontem, mas parece que ela está a par de tudo que ele sabia. Acho que ela pode nos ajudar.

- Além disso, não podemos esquecer de Jon. Ele pode ser instável e impulsivo, mas ainda faz parte do grupo. - Seu olhar frio recai sobre Erick. - Não podemos abandoná-lo como uma garrafa vazia.

O que vocês fazem?

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Cerridwen: PVs 10, PMs 10; PE 0; T$ 2.650.
Gaius: PVs 24, PMs 20; PE 1; T$ 200.
Erk: PVs 10, PMs 6; PE 5; T$ 880.
Kallyan: PVs 20, PMs 47; PE 0; T$ 1.100.
Maryanne: PVs 20, PMs 17; PE 6; T$ 960.
Nadinah: Pvs 10, PMs 20; PE 0; T$ 3.280.
Editado pela última vez por Aquila em 01 Mar 2017, 13:02, em um total de 1 vez.

Avatar do usuário
DiceScarlata
Mensagens: 1499
Registrado em: 22 Jan 2017, 02:15

Re: Tormenta Alpha - A Maldição do Trono (ON)

Mensagem por DiceScarlata » 24 Fev 2017, 17:43

Gaius Punhos de Sangue
Imagem

"Gaius sorri com o aperto forte de mão de Farran. Era incrivel como era mais simples encontrar respeito entre homens fortes. Entre aqueles que conhecem a batalha. Se sentiu orgulhoso com as palavras dele e com uma chama acesa no olhar ajudar"

- Sirvo a força. A Tauron. Sei que ele não é bem visto por muitos fora do império Tauron, mas acredite quando digo que sigo os dogmas de proteger os que precisam. E sei que há quem precise no momento, então creia que sirvo o bem e os ajudarei como minha carne e ossos. Conte comigo.

"Tanto Annora, quanto Farran, gostava dessa familia."

- Jon... outro de seus companheiros? Ele está em perigo?
Tribo Scarlata


- MUNDO DE ARTON: GRUPO MADEIRA DE TOLLON (on):Angra Cabelos de Fogo
- MUNDO DE ARTON: GRUPO AÇO-RUBI (on): Jihad das Areias Vermelhas
- MUNDO DE ARTON: GRUPO JADE (on):Sr. Fuu
- JOHNVERSE: PRESA DE FERRO (on): Jinx - Cruzado da Ordem dos cabeças de Dado
- JUDASVERSO: CRÔNICAS DA TORMENTA (on): Nagamaki no Gouka!
- FUI REENCARNADO COMO MONSTRO (on): Gizmo
- OUTONO (on): Sandman

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17191
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: Tormenta Alpha - A Maldição do Trono (ON)

Mensagem por Aldenor » 24 Fev 2017, 18:14

Nathaniel acariciou seus cabelos negros e mostrou um sorriso. Maryanne não estava acostumada àquela demonstração de afeto em público vindo dele. Sempre tão fechado e calado, Maryanne divertia-se com a aura de mistério que envolvia o homem. Mas agora ela apenas ficou um tanto confusa. Claro que não demonstrou isso a ninguém.

A informação de que Jon estava desaparecido a deixou encucada e as palavras da Rainha Eterna soaram em sua mente. Haveria alguma pista oculta em suas palavras? Lembrou-se de como a Rainha afirmava que o sacerdote de Nimb tinha entendido a interferência externa.
Maryanne
Imagem
Será que...
Resmungou, pensativa.
Nathaniel
Imagem
Sabemos que os caçadores estão indo indo para uma armadilha, mas não temos como chegar até eles a tempo de avisá-los sobre o perigo. O teleporte não é uma opção segura, então não podemos ajudá-los pessoalmente, mas pode haver algum meio de avisá-los... Eu tenho uma ideia mas... Eu descobri que Carver chegou na vila com outra sacerdotisa, e que ela está no templo dos deuses. Não sei por que não a vimos ontem, mas parece que ela está a par de tudo que ele sabia. Acho que ela pode nos ajudar.
Maryanne sorriu para o "irmão".
Maryanne
Imagem
Bem pensado, irmãozão. Acho que podemos ir ao templo, certo?
Nathaniel parecia desconfortável com Erick. Maryanne segurou-lhe pelo braço com um sorriso doce.
Maryanne
Imagem
Houve uma interferência externa, Farran. Vamos achar o culpado com certeza e ajudar Jon.
Com aquela proximidade ela tentava dissipar a desconfiança - pelo menos momentaneamente - e aliviar a pressão sobre Erick. O mago era um aliado muito útil e precisava de apoio para continuar útil.
Imagem

Imagem Imagem

Avatar do usuário
Lannister
Mensagens: 1163
Registrado em: 14 Dez 2013, 15:35

Re: Tormenta Alpha - A Maldição do Trono (ON)

Mensagem por Lannister » 24 Fev 2017, 18:22

Cerridwen ouve atentamente as palavras do soldado, pelo visto teria que esperar ,apesar de não se amedrontar com qualquer coisa ela sabia que era saáio ouvir os locais e se ele diz nãos er uma boa ideia então não era uma boa ideia ir sozinha. A capitão apenas agradeceu e repôs o seu capuz caminhando veloz em direção ao singelo templo, parou por alguns segundos e olhou a estrutura como se admirasse a arquitetura, sem delongas adentrou o local parando alguns passos a frente, olhando em volta, falou em alto e bom som.

-Olá
Imagem

Avatar do usuário
Padre Judas
Mensagens: 8604
Registrado em: 13 Dez 2013, 16:44
Localização: Belo Horizonte - MG

Re: Tormenta Alpha - A Maldição do Trono (ON)

Mensagem por Padre Judas » 24 Fev 2017, 18:41

Kallyan se surpreende com a explosão da mulher e ergue suas sobrancelhas, afastando-se um pouco quando ela chega perto.
Kallyan
Imagem
- Opa, irmãzinha! Calma...
Ele se recompõe e faz uma vênia leve.
Kallyan
Imagem
- Desculpe por não conhecer seus costumes. Nos livros que li na Academia Arcana consta que somente os devotos de Azgher cobre o rosto, não todos os Sar-Allan. Eu não sabia que também reverenciava o “Pai Sol”, como diz.
Ela fala sobre ele ser a primeira pessoa do Reinado a lhe fazer esta pergunta.
Kallyan
Imagem
- Não deve ter encontrado muitas pessoas por aí, então. Sabe, estes pequenos choques culturais provavelmente vão acontecer outras vezes. Sugiro encontrar um lugar nesse seu coraçãozinho irritado para botar um pouco de paciência ou não vai ter muita paz por estas bandas. Equívocos como este são bastante comuns de ocorrer. Eu mesmo tive problemas por ser de um reino periférico.
Então vem uma pausa silenciosa. O mago suspira, um pouco incomodado, e fala sobre sua área de pesquisa. Faz um comentário aleatório sobre sua necessidade de um guia e a mulher lhe indica os livros. Ele se curva novamente, em um agradecimento sincero.
Kallyan
Imagem
- Obrigado, senhora. Um sulista ignorante como eu pode não conhecer os detalhes da rica cultura Sar-Allan, mas lhe garanto que pelo menos sei tratar bem a um livro.
Ele acompanha sua partida, dá de ombros após ela sair e senta-se, pondo-se a estudar.
BAÚ DO JUDAS
JUDASVERSO

Aeris (Monster Life)
Kallyan de Callistia (Mundo de Arton: Contra Arsenal, TRPG)
Katarina Minsk (Libertação de Valkaria, TRPG)
Tyr de Nilo (Mundo de Arton: Grupo Gelo Eterno, TRPG)
Vladimir Minsk XI (Outono)

Avatar do usuário
Kaidre
Mensagens: 5756
Registrado em: 11 Dez 2013, 14:40

Re: Tormenta Alpha - A Maldição do Trono (ON)

Mensagem por Kaidre » 24 Fev 2017, 18:46

- Lamento pelo ocorrido. Eu percebi que havia algo errado no momento do salto, mas quando aparecemos na cidade achei que o problema era apenas a localização. Jamais me ocorreu que Jonh pudesse ser separado de nós durante a transferência. Nunca soube de nada parecido em todos os meus estudos.

O mago tentava demonstrar calma. Mais uma consequência de seu comportamento aparecia e dessa vez era grave. Ele cobriu seu rosto com o capuz de seu manto vermelho. Não queria mostrar a face a ninguém naquele momento.

- Não faço ideia por onde devemos começar a procurar por Jonh, mas no momento temos uma situação de urgência ainda maior em nossas mãos. Por hora, vamos ajudar Caver e rezar que o reverendo esteja bem.

Aquelas eram palavras naturalmente duras de serem ditas, independentemente de quem as disse. O próprio Erick não reconhecia o peso delas, uma vez que estava se esforçando para não pensar em nada. Apenas se dirige, quase de maneira inconsciente, em direção ao templo que Nathaniel mencionou.

Avatar do usuário
Lucena
Mensagens: 3975
Registrado em: 13 Jan 2015, 21:24

Re: Tormenta Alpha - A Maldição do Trono (ON)

Mensagem por Lucena » 24 Fev 2017, 19:00

Nadinah já havia saído do escritório antes da conversa com o mago terminar. Tendo crescido em uma biblioteca fechada, suas experiências de interação social se limitavam aos poucos livros sobre o assunto que havia lido, além dos outros estudiosos igualmente silenciosos que ali viviam. No momento ela estava absorta em pensamentos, se recusando a aceitar que os povos do sul seriam ignorantes e insensíveis a fazer pedidos como os que Kallyan fez mesmo depois de identifica-la como uma Sar-Allan. Então ouve um som.
-Olá
Vendo a mulher de armadura, uma peça digna de um oficial do exercito, e que era a única nesta sala do templo, ela se apreça a recebe-la, correndo até estar em frente a mulher e falando com sua costumeira voz baixa.

Seja bem vinda ao templo. Sou Nadinah al-Abbas, sacerdotisa de Tanna-Toh. Qual seria seu nome e em que podemos ajuda-la?
Everything Lives!

Código: Selecionar todos

[quote="Pelleas"][img]https://i.imgur.com/qkSeY1p.png[/img]
 [/quote]

Responder

Voltar para “Crônicas da Tormenta”