Tormenta Alpha - A Maldição do Trono (ON) Fechado

Avatar do usuário
Padre Judas
Mensagens: 8798
Registrado em: 13 Dez 2013, 16:44
Localização: Belo Horizonte - MG

Re: Tormenta Alpha - A Maldição do Trono (ON)

Mensagem por Padre Judas » 06 Mar 2017, 21:24

Kallyan
Imagem
- Se a Sra. Nadinah sabe a localização, então temos que partir imediatamente.
O mago havia dito repentinamente. Ao ver os olhos sobre ele, completa, levando a mão ao peito e curvando-se levemente.
Kallyan
Imagem
- Saudações. Sou Kallyan de Callistia, um mago especializado em Invocação e convidado por Lorde Carver a vir estudar o krenshar. Se ele está em perigo, não há porque nos demorarmos. Partamos imediatamente. Há mais alguma informação relevante?
Enquanto fala ele pega a mochila que havia deixado em um canto. Seguindo os ensinamentos de sua Deusa, estava sempre pronto para uma aventura.
Off:
Uma vez que Kallyan está indo pra aventura propriamente dita, vou "fazer compras" agora, Aquila. Além do Kit do Aventureiro gratuito, vou querer:

1 Livro em Branco, 50 folhas [T$150]
1 Caneta Tinteiro [T$20]
1 Tinta Preta [T$80]
1 Espelho [T$50]

Vou editar isso depois para ver se acrescento mais alguma coisa. Tenho que ver as poções de cura e o incenso, mas não quero atrasar minha ação por isso.
BAÚ DO JUDAS
JUDASVERSO

Alexander: Witch Slayer [Kaito_Sensei]
Dahllila: Relíquias de Brachian [John Lessard, TRPG]
Hoggar: Monstromaquia [DiceScarlet]
Jonz: Tormenta do Rei da Tempestade [John Lessard, D&D5E]
Syrion: Playtest T20 [Aquila]
Yellow: Defensores de Mega City [John Lessard]

Avatar do usuário
Kaidre
Mensagens: 5786
Registrado em: 11 Dez 2013, 14:40

Erick

Mensagem por Kaidre » 07 Mar 2017, 07:03

Erick tentava manter os maus pensamentos afastados ao conversar com Kallyan sobre os problemas ligados a ameaça.

- Saudações, sou Erick de Minora, o mago local. - Ele apresenta seu nome, origem e cargo, imitando a forma de se apresentar do invocador.

Ele tentava se manter calmo e recuperar a compostura. Tinha uma missão importante a cumprir naquele momento e não poderia vacilar novamente. Após respirar fundo continua seu relato.

- Sim. Aparentemente esse grupo de lobisomens faz parte de uma seita que visa trazer de volta seu Deus criador. O krenshar não passa de uma ferramenta para esse fim. Foram eles que o libertaram a um ano atrás, mas não conseguiram controlá-lo. Infelizmente o líder deles, um lobisomem chamado Malgrin, tomou conhecimento disso e agora pretende se aproveitar do ritual de selamento para obter o poder do krenshar ao incorporá-lo. Se isso acontecer, em teoria, ele se tornará imortal.

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17215
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: Tormenta Alpha - A Maldição do Trono (ON)

Mensagem por Aldenor » 07 Mar 2017, 10:56

Maryanne olhou o velho Elanno de cima embaixo e, instintivamente olhou para Nathaniel. Ao perceber que o "Irmão" estava relaxado, Maryanne balançou a cabeça positivamente e deixou um sorriso leve transparecer.

O grupo foi guiado adentro do templo em busca de uma tal Nadinah, que supostamente saberia sobre os planos de Carver. Maryanne não gostava de como as informações se espalhavam tão facilmente por aquela região, ainda mais quando a missão era complicada, cheia de possessões e desvios. Apesar disso, Maryanne seguia nas sombras, discreta, olhando para o vazio e deixando um sorriso de praxe para deixá-la o mais inofensivo possível.

Ao ver quem poderia ser Nadinah, Maryanne pensou logo em Azgher, com seu corpo coberto deixando apenas os expressivos olhos à mostra, mas a expressão de "Annora" mantinha-se a mais leve e discreta possível, além de andar atrás de todos e próxima à penumbra.

Quando Nathaniel a apresenta como Annora, Maryanne fica indecisa por um pequeno segundo, mas impede a frustração da mentira dominar seu corpo. Ela sorri para a sacerdotisa.
Maryanne
Imagem
É um prazer, sacerdotisa.
A gravidade das palavras de Nathaniel não combinavam com a expressão de Maryanne, por isso ela tratou de mudá-la. Sumiu com seu sorriso e cerrou o cenho, dando uma postura contemplativa, pensativa. Mas Erick mostrava ainda remorso e aquilo podia ser perigoso. Maryanne pousou sua mão em seu ombro e dedicou a ele um sorriso e poucas palavras.
Maryanne
Imagem
Não se culpe mais. Já passou. O que importa são as intenções.
Achava que devia falar aquilo. Erick era um mago poderoso, apesar de ter uma baixo autoestima. Era preciso dar-lhe confiança.

Um homem ali próximo, subitamente começou a falar como se fizesse parte da contenda. Maryanne ergueu uma sobrancelha. Ele se proclamou Kallyan de Callistia (um reino bem simplório) e parecia ansioso, urgente. Erick se apresentou com mais acurácia do que Nathaniel. Maryanne decidiu não fazer igual. "Annora, a irmã de Farran" já estava de bom tamanho e era uma mentira grande o suficiente.

Ao fim da fala de Erick, Maryanne completa com um tom inocente.
Maryanne
Imagem
Senhor Kallyan, certo? É uma missão perigosa. Tem certeza de que quer se incluir nisso?
Depois, olhou de soslaio para a guerreira loira próxima a eles. Até o momento ela parecia quieta. Estava sentada lendo algo, mas fechou e levantou-se para ouvir a conversa. Pelos trajes, certamente era uma aventureira. Maryanne estava curiosa quanto a Kallyan, mas queria mesmo saber quem era aquela guerreira.
Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Avatar do usuário
Lucena
Mensagens: 4014
Registrado em: 13 Jan 2015, 21:24

Re: Tormenta Alpha - A Maldição do Trono (ON)

Mensagem por Lucena » 07 Mar 2017, 14:39

Nadinah estava surpresa com a quantidade de aventureiros que estava a conhecer naquele dia. E na quantidade de vezes que teria de se apresentar. Ainda em sua voz silenciosa.

ahh... Prazer em conhecer? Sou Nadinah al-Abbas, clériga de Tanna-Toh vinda da Biblioteca Silenciosa. E sim, se Carver vai mesmo em direção a uma armadilha de lobisomens irei com certeza guia-los! Os planos de Malgrin são um conhecimento que ele precisa receber urgentemente!

Mal ela para de falar e já começa a correr pelo templo coletando seus pertences, objetos que ajudariam na missão e os documentos sobre o Krenshar que estavam com Kallyan. Parando sua correria em frente a porta do templo, ela volta até onde se concentra o grupo para falar.

Quero lhes agradecer pelo aviso e pelas ofertas para ir salvar Carver. Desde que me separei de minha caravana e me perdi nestas terras sulistas que me sinto confusa. Mas ele fez tudo para me ajudar e me apoiar. Me deu abrigo, comida, responsabilidades, acesso a conhecimentos que não tinha antes e além de tudo me ajudou com minha, infelizmente parca, pesquisa sobre a Rainha Eterna. Devo muito a ele para ficar aqui sem fazer nada quando ele esta em tal perigo.
Everything Lives!

Código: Selecionar todos

[quote="Pelleas"][img]https://i.imgur.com/qkSeY1p.png[/img]
 [/quote]

Avatar do usuário
Lannister
Mensagens: 1163
Registrado em: 14 Dez 2013, 15:35

Re: Tormenta Alpha - A Maldição do Trono (ON)

Mensagem por Lannister » 07 Mar 2017, 17:03

Cerridwen observa cada um atenta, notando nuances e maneirismos, a forma de se portar e falar. Tudo isso era necessário para conhecer as pessoas que poderia trabalhar. O que o grupo recém chegado trazia eram péssimas noticias, Carver estava correndo perigo e a morte dele não era só ruim para a cidade ,mas para os planos pessoais da capitã também, porém se sentia incomodada com a tranquilidade que a mensagem era dada e precisava ficar atenta aquelas pessoas, foi então que a clériga, mesmo aparentemente não tendo ligação afetiva com Carver mostrou estar disposta a ir ao resgate sem perder tempo, contudo esse tipo de atitude levava a sempre a morte, por mais que fosse heroica.

-Eu posso ajudar..-Cerridwen tomou a frente- Para os que não me conhecem sou Cerridwen Drustan, capitã do exercito de Zakharov e membro do Protetorado do Reino, vim ao encontro de Carver com objetivo pessoal, contudo devido aos problemas apresentados acredito que devo deixar de lado e seguir com minha obrigação de Protetora.-Enquanto falava puxava um pequeno rolo de papel de qualidade com desenhos bem detalhado,um mapa.-Consegui este mapa com um dos cartógrafos do Protetorado antes de me encaminhar para cá, custou alguns favores, mas era necessário, andar por terras desconhecidas e sozinha exige esse tipo de preparação.-A capitã abre o mapa sobre o altar.- Podemos traçar uma rota segura mais rápida até o local onde Carver está indo, se há lobisomens provavelmente ha algum local próximo que possa indicar um covil, Carver saiu pela manhã o que nos da algumas horas de atraso em relação a ele, nós sabemos o que vai acontecer , eles não então podemos usar uma marcha acelerada, podemos chegar junto com eles e impedir uma tragédia, ou se preferirem, podemos atacar diretamente o covil dos lobisomens isso vai fazer com que o possível plano de emboscada seja cancelado, contudo é quase uma missão suicida.

[OFF: Gastarei um dos usos de Conhecimento Militar pra simular Sobrevivência. Cerridwen olhará o mapa não como um simples mapa, mas como um imenso campo de batalha e tentará criar uma rota mais rápida até o ponto onde Carver estava indo(Considerando que alguém saiba) ao mesmo tempo que tenta achar um local que possa ser um possível covil de lobisomens.Ela tem Genialidade e Memória Expandia caso seja útil no teste]
Imagem

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17215
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: Tormenta Alpha - A Maldição do Trono (ON)

Mensagem por Aldenor » 07 Mar 2017, 18:31

Maryanne ouvia a sacerdotisa Nadinah e depois a viu se agitar para partirem logo em aventura. Maryanne menava a cabeça concordando, entretanto...
Nadinah
Imagem
(...) acesso a conhecimentos que não tinha antes e além de tudo me ajudou com minha, infelizmente parca, pesquisa sobre a Rainha Eterna. Devo muito (...)
Maryanne perde um tanto suas estribeiras. Tão concentrada, tão discreta, agora, tudo caiu por água abaixo. Seus olhos arregalam e ela muda sua expressão totalmente...
Maryanne
Imagem
...
"Uma espiã? Não... ela saberia quem eu sou... " Pensa a menina. Sua consternação é desviada quando a guerreira loira começa a falar se apresentando.

Era uma mulher do Protetorado! Mais uma pessoa ligada a Carver.
Maryanne
Imagem
...
"Hmmm... muita gente importante aqui. Talvez eu deva indagar ao Carver depois... aparentemente, meu disfarce está incólume."

Maryanne aproveita a verborragia de Cerridwen Drustan, capitã do exército de Zakharov e membra do Protetorado do Reino, para recompor sua postura, rezando para que ninguém achasse estranho seu surto de destempero facial.

Ela se aproxima da mesa para ver o mapa e tem algumas ideias. Entretanto, Maryanne prefere ficar quieta, discreta. Duas pessoas importantes estavam presentes. Seu disfarce poderia estar por um fio. Bancaria Annora, a singela filha de Eddric Valgard, com mais afinco.
Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Avatar do usuário
Kaidre
Mensagens: 5786
Registrado em: 11 Dez 2013, 14:40

Erick

Mensagem por Kaidre » 08 Mar 2017, 09:47

Erick sente a mão de Maryanne sobre seu ombro e instintivamente coloca a sua sobre a dela. Um reflexo de quando sua mãe se aproximava para abraçá-lo pelas costas. As gentis palavras que a jovem lhe dedicava também lhe deram forças para persistir, pois ajudou a lembrá-lo que atingir o resultado era mais importante que se culpar.

Decidido a seguir em frente custasse o que for, o mago se aproxima do mapa para observá-lo. Retira do bolso seus óculos e os coloca para poder fazer uma leitura melhor do mapa.

- Tenho ajudado viajantes a atravessarem a Floresta de Minora por um bom tempo, conheço-a como a palma da minha mão e posso afirmar que as ruínas para onde Carver e seus homens se dirigem não está no mapa. A floresta oculta muitos segredos, mas se tiverem um ponto de referência, posso levá-los até lá.

Tão concentrado estava em atingir resultados para compensar sua falha que sequer percebeu a reação de Maryanne a menção da Rainha Eterna. Na verdade, precisaria se lembrar de perguntar a sacerdotisa quando a missão estivesse encerrada do que se tratava essa Rainha. Talvez houvesse alguma ligação com Amália. Possivelmente Kallyan também seria de grande ajuda para compreender a ligação que se formou com Panettone mesmo ela sendo originalmente humana.

Avatar do usuário
DiceScarlata
Mensagens: 1609
Registrado em: 22 Jan 2017, 02:15

Re: Tormenta Alpha - A Maldição do Trono (ON)

Mensagem por DiceScarlata » 08 Mar 2017, 14:15

Gaius Punhos de Sangue
Imagem

*Gaius manteve-se em silêncio contemplativo conforme os diálogos se desenvolviam. Ao ser apresentado, cumprimentou educadamente os ali presentes, desde o sacerdote ao mago Kallyan e dama do deserto Nadinah, que lhe despertou a curiosidade. Sabia muito pouco sobre aquele povo ou mesmo sobre os costumes. Respeitava Tanna-toh, mas sabia menos ainda sobre seus Dogmas ainda sim, admirava sua sabedoria. Então direcionou os olhos para a capitã do reinado. Ela falava firme e com convicção. Imediatamente desenvolveu simpatia por ela, afinal, já demonstrava força*

- Obrigado Capitã. Sou Gaius dos Punhos de sangue, alguém com seus conhecimentos e treinamento pode fazer a diferença nesse problema.

*Percebia como o grupo crescia e por um momento se sentiu constrangido. Estava acostumado a ser sozinho e repudiado, não a se cercar de possíveis companheiros. Deu dois passos para trás.*

- Isso é bom... mais pessoas podem ser ajudadas... com força de todos aqui... temos uma chance maior...

*Dizia mais pra si mesmo. Então chacoalhou a cabeça e voltou a si*

- Seja qual for o plano, por favor, não hesitem em usar minha força. Farei de tudo para que ninguém caia antes de mim. Proteger é minha missão.
Tribo Scarlata


- MUNDO DE ARTON: GRUPO MADEIRA DE TOLLON (on):Angra Cabelos de Fogo
- MUNDO DE ARTON: GRUPO AÇO-RUBI (on): Jihad das Areias Vermelhas
- MUNDO DE ARTON: GRUPO JADE (on):Sr. Fuu
- JOHNVERSE: PRESA DE FERRO (on): Jinx - Cruzado da Ordem dos cabeças de Dado
- JUDASVERSO: CRÔNICAS DA TORMENTA (on): Nagamaki no Gouka!
- FUI REENCARNADO COMO MONSTRO (on): Gizmo
- OUTONO (on): Sandman

Avatar do usuário
Aquila
Mensagens: 3332
Registrado em: 10 Dez 2013, 13:49
Localização: Lamnor
Contato:

Re: Tormenta Alpha - A Maldição do Trono (ON)

Mensagem por Aquila » 08 Mar 2017, 15:10

Aventura: Arauto do Terror

Vila de Mirona - Baronato de Cadamar - Norte de Ahlen
Tarde de Valag 18 sob Wynn, 1410 CE

- Erick está certo - diz Farran, se aproximando do altar para olhar o mapa do baronato. - O templo onde o krenshar estava aprisionado não deve estar no mapa, pois é muito antigo, construído em uma época muito anterior a chegada dos Exilados. - Sua mão enluvada percorre a região da Floresta de Mirona, mas seus olhos observam discretamente os detalhes do mapa.

Apesar de ter sido desbravada nos primeiros anos da colonização de Ahlen, as terras que fazem parte do Baronato de Cadamar, passaram muitos anos abandonadas, graças ao seu terreno rochoso, impróprio para qualquer coisa, e suas matas densas, cheias de monstros e perigos antigos. Ocasionalmente, algum nobre impertinente (e difícil de matar) da família Schwolld, era enviado para o lugar, para não dar trabalho ao rei, mas nenhum deles avançou além do rio que corta a cidade-fortaleza.

Somente recentemente, quando Mitkov cobrou as terras como parte do pagamento pelo trabalho de seu exército mercenário, foi que a região cresceu, atraindo a atenção do reino. Ninguém sabe quais são as intenções reais de Mitkov, e muito se fala sobre no reino, das tavernas de assassinos de Midron até os salões dos nobre no Palácio Rishantor, mas é inegável que sua liderança transformou o que antes eram terras esquecidas, em um feudo bem organizado e rico. Até mesmo os goblins, escravizados no restante do reino, receberam a chance de construírem uma nova vida no baronato.

"Mitkov recebeu as terras a pouco mais de quatro anos", Nathaniel reflete, repassando as informações que coletou durante o tempo em que está na região, "mas o mapa já apresenta detalhes de todas as suas vilas, cidades e fortes." Seus olhos brilham. "Depois do fiasco da invasão, o Braço de Ferro está fazendo seu trabalho."

- Ainda assim, é um mapa muito bem detalhado - ele diz.

- Antigamente essa região era dominada por um grupo de druidas, que desenvolveram uma sociedade bem organizada. Eles se foram a muito tempo, destruídos pela ganância e sede de poder que seus inimigos disseminaram entre eles, mas as ruínas são parte de seu legado.

- Essa ruínas - ele aponta para uma marca no meio da floresta, próxima do braço oeste das montanhas - eram parte de seus domínios. Não sei se eles construíram essas estruturas ou apenas dominaram o lugar, mas o fato é que agora é um lugar perigoso demais, dominado por espíritos corrompidos. Essa outra ruína, aqui - ele aponta para uma marca no fim da Estrada Antiga - era uma cidade de colonizadores. Eles tentaram desafiar os druidas e foram expulsos. O sábio que nós procuramos mora perto dessa ruína. Mas o templo onde o krenshar estava aprisionado era um segredo bem guardado, por isso não está nos mapas.

- O fato é que não podemos encontrar um caminho pela floresta sem mais detalhes, mas podemos seguir as notas de Carver para ver o que ele descobriu.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
O livro de notas que Carver deixou com Nadinah, mostra um mapa da região da floresta, semelhante ao de Cerridwen, mas com alguns detalhes extras. Aparentemente o mapa foi desenhado pelo próprio sacerdote, pois todas as marcas foram escritas na sua caligrafia precisa. Além do mapa, as notas indicam que o sacerdote encontrou uma estrada antiga, que começa em algum ponto da floresta, próximo da vila de Ponte de Angra, e leva ao templo arruinado, onde ele desenhou um lobo.

Além disso, o livro contém instruções específicas sobre o ritual necessário para prender o espírito do krenshar, bem como uma nota de fabricação de um outro jarro de ferro, o principal elemento do encanto.

Apesar de tudo, as anotações não são completas, apenas partes do material que o sacerdote estudava em seu estúdio particular. Pouco é dito sobre Vadrga, a Deusa dos Lobos, criadora do krenshar e dos lobisomens.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Dados dos Personagens
Cerridwen - PVs 10, PMs 10; PE 0.
Gaius - PVs 24, PMs 20; PE 1.
Erk - PVs 10, PMs 6; PE 5.
Kallyan - PVs 20, PMs 47; PE 0.
Maryanne - PVs 20, PMs 17; PE 6.
Nadinah - PVs 10, PMs 20; PE 0.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Editado pela última vez por Aquila em 11 Mar 2017, 13:38, em um total de 6 vezes.

Avatar do usuário
Kaidre
Mensagens: 5786
Registrado em: 11 Dez 2013, 14:40

Erick

Mensagem por Kaidre » 08 Mar 2017, 18:51

Erick observa o mapa desenhado por Carver com atenção. Era bem detalhado, embora diferente do apresentado por Cerridwen. O mago toma especial cuidado ao buscar por detalhes que diferem da topografia real da floresta. Sabia que os mapas não estavam completos pois sua mãe ocultava e dificultava o acesso às áreas mais perigosas, de forma que provavelmente não haveria ninguém com conhecimento sobre esses locais. Por muito tempo, evitar que as pessoas terminassem por esbarrar nesses segredos foi o trabalho do meio-dríade. Mesmo as ruínas apontadas por Nathaniel jamais deveriam chegar ao conhecimento público.

- Posso guiá-los até a estrada sem problemas. Mas se o objetivo de Carver for este ponto. - Ele aponta para a marca de lobo. - Então provavelmente o caminho mais rápido seria cortando por aqui. Montarias nos ajudariam a chegar até mais ou menos a metade do caminho, mas depois precisaríamos seguir a pé. A partir deste ponto a mata começa a ficar mais densa e difícil para um cavalo se locomover. Se corrermos, talvez cheguemos junto deles.

A região em volta do templo era especialmente protegida por uma cadeia de árvores que tornavam a passagem quase impossível. Era preciso ser capaz de reconhecer cada árvore de forma singular para saber por onde já havia passado e não ficar em círculos. Algo que somente os druidas e dríades seriam capazes. Carver deve ter conseguido essa informação com algum dos protetores das florestas, ou talvez propositadamente entregue por Malgrin para atraí-lo para a armadilha.

- Senhor Kallyan, sua especialidade é invocar criaturas correto? Conseguiria controlar uma criatura já invocada por outra pessoa ou expulsá-la? Juntar o krenshar e Malgrin no mesmo lugar não será boa ideia.
Erick vai fazer teste de perícia para averiguar a precisão e veracidade do mapa desenhado por Carver.

Responder

Voltar para “Crônicas da Tormenta”