Tormenta Alpha - A Maldição do Trono (ON) Fechado

Avatar do usuário
Padre Judas
Mensagens: 8798
Registrado em: 13 Dez 2013, 16:44
Localização: Belo Horizonte - MG

Re: Tormenta Alpha - A Maldição do Trono (ON)

Mensagem por Padre Judas » 09 Mar 2017, 10:36

O invocador escuta o que o mago local diz sobre o krenshar e os lobisomens. Ele considera as palavras com atenção – imortalidade, não é? Interessante.

Uma jovem fala com ele.
Maryanne
Imagem
Senhor Kallyan, certo? É uma missão perigosa. Tem certeza de que quer se incluir nisso?
Kallyan
Imagem
- Hm? Claro que sim! Eu vim até aqui para isso! Não sou inexperiente em aventuras, senhorita. Já estive em algumas em Deheon e na minha terra natal, quando era mais jovem.
A oficial apresenta um mapa da região e Erick afirma ser capaz de guia-los, além de lhe fazer uma pergunta.
Kallyan
Imagem
- Precisaria conhecer os detalhes do ritual utilizado, mas creio que sim.
Ele se volta para a sacerdotisa.
Kallyan
Imagem
- Senhora, acaso sabe algo sobre Vadrga, a Deusa dos Lobos? Toda informação é bem-vinda.
Off:
Quero fazer um teste de Teoria da Magia [Misticismo] para ver se estou apto a compreender o ritual utilizado e se posso controlar a criatura – inclusive se necessário um teste para aprender a magia. Também um teste para saber mais sobre Vadrga.
BAÚ DO JUDAS
JUDASVERSO

Alexander: Witch Slayer [Kaito_Sensei]
Dahllila: Relíquias de Brachian [John Lessard, TRPG]
Hoggar: Monstromaquia [DiceScarlet]
Jonz: Tormenta do Rei da Tempestade [John Lessard, D&D5E]
Syrion: Playtest T20 [Aquila]
Yellow: Defensores de Mega City [John Lessard]

Avatar do usuário
Lannister
Mensagens: 1163
Registrado em: 14 Dez 2013, 15:35

Re: Tormenta Alpha - A Maldição do Trono (ON)

Mensagem por Lannister » 09 Mar 2017, 12:04

A capitã ouvia atentamente todos que se pronunciavam, seus olhos sempre atentos aos gestos e tons de voz, qualquer nervosismo estranho ela notaria. Todos estavam dispostos a ajudar com o que sabiam e Cerridwen se sentia novamente em uma unidade militar, contudo era a unica militar presente ali. Os dois mapas estavam ali, ótimo precisaríamos apenas cruzar dados e seguir pela melhor rota.

-Pois bem, temos uma rota e uma possível localização, com os mapas em mãos acredito que podemos reduzir nosso tempo de viagem de forma que não sejamos acometidos pela fadiga. Não sei se todos estão acostumados com uma marcha aqui, montarias seriam uteis, porém até certo ponto. Elas infelizmente chamam muita atenção, mago Kalyan, és um invocador, algumas das criaturas poderia fazer papel de batedor enquanto o mago Erick e a sacerdotisa Nadinah nos guiam ao local para onde o Sacerdote Carver seguiu, o imponente Gaius pode ir acompanhando os guias a frente para garantir sua proteção quanto a possíveis armadilhas e emboscadas.-Cerridwen olha para Annora e sua espada, ainda estava desconfiada com relação ao comportamento dos recém chegados-Você, garota! Parece ser experiente com a espada,você segue ao meu lado.Se protegermos uns aos outros como uma unidade as chances de sermos surpreendidos é menos.-Em seguida ela se volta para o mago Erick e para a sacerdotisa Nadinah novamente.-Gostaria de ver as anotações de Carver e dados sobre o Krenshar, se possível.Preparem suprimentos para a viagem eu tentarei usar a minha influencia para conseguir montarias com a guarda local, aqui tem algumas moedas de ouro caso seja necessário-Cerridwen guarda o mapa e segue em direção a saída, seu objetivo era claro, conseguir montarias para todos ou pelo menos o suficiente pra cavaleiro e carona estavam em seis, 3 montarias seriam suficientes.

[Vou usar a Memoria Expandida para decorar os mapas e as anotações , caso Erick e Nadinah permitam Cerirdwen vê-los, se parecer que ela ta tomando a liderança, sim ela está kkkkkk afinal ela é uma capitã e trabalha para o protetorado ela meio que se sente na obrigação de liderar as missões e ser responsável pelas pessoas. Deixarei uma quantida de ouro x, o suficiente para ajudar nos suprimentos, Aquila vc pode decidir o valor eu não me importo.]
Imagem

Avatar do usuário
Aquila
Mensagens: 3332
Registrado em: 10 Dez 2013, 13:49
Localização: Lamnor
Contato:

Re: Tormenta Alpha - A Maldição do Trono (ON)

Mensagem por Aquila » 11 Mar 2017, 18:46

Aventura: Arauto do Terror

Vila de Mirona - Baronato de Cadamar - Norte de Ahlen
Tarde de Valag 18 sob Wynn, 1410 CE

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------Teste de Artes de Erick: 15.
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Erick observa o desenho do sacerdote com atenção ao detalhes, lembrando dos mapas que seu pai lhe mostrava quando era apenas um menino: lugares distantes e exótico, por onde ele havia passado em sua missão como explorador e diplomata. Apesar da falta de alguns detalhes, como o local do Círculo de Pedra Sagrado dos antigos guardiões, onde as memórias de Amalia foram restauradas, o mapa do sacerdote é muito completo, revelando segredos da floresta que somente poucos tinham conhecimento.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------Teste de Misticismo (Teoria da Magia) de Kallyan: 15.
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Enquanto todos observam o mapa e avaliam o melhor caminho para chegarem na floresta a tempo de alertar Carver sobre os lobisomens, Kallyan se concentra nos manuscritos do sacerdote, procurando saber mais sobre o ritual de aprisionamento do krenshar.

Depois de ler algumas páginas do ritual, fica claro que esse tipo de magia não se parece com nenhuma outra que tenha praticado em seus anos de estudo, na Academia Arcana. A forma de magia que você passou anos treinando pode ser conjurada em apenas um instante, usando algumas palavras e gestos específicos - e é capaz de produzir efeitos magníficos - mas esse encanto exige que o mago drene energias místicas de um lugar específico em um ritual demorado, instável e perigoso.

Segundo o sacerdote, o ritual é a única forma de aprisionar a criatura, cuja vontade não pode ser controlada por ninguém, exceto por sacerdotes de Vadrga, uma entidade de um tempo antigo.

Você lembra de ter lido sobre essa deusa nos tomos que Valania estudava, na Academia Arcana, quando a garota pesquisava formas de invocar divindades aprisionadas em planos esquecidos. A maior parte das vezes, o nome era apenas citado entre os nomes de outros deuses menores aprisionados, sem grandes explicações sobre seus domínios e habilidades, mas as anotações de Carver explicam uma parte da história esquecida pelo tempo.

Muitas eras atrás, Tenebra, a Deusa das Trevas, tentou tomar o controle do Panteão, usando o poder de seus sacerdotes e seguidores para aniquilar os devotos das outras divindades. Nessa época, o mundo era governado por reis-deuses, vassalos dos deuses do Panteão, e uma guerra teve início. Vadrga, a deusa criadora dos lobisomens e worgs, lutou pelo exército de Tenebra, criando os krenshar para aterrorizar os corações dos guerreiros inimigos.

Durante a guerra, Númia, a Deusa da Lua, traiu sua mãe Tenebra, revelando aos deuses a fraqueza das crias da escuridão: os vampiros, mortos-vivos, espectros e lobisomens que formavam a vanguarda dos exércitos das Trevas. Com esse conhecimento, foi possível criar armas de prata para enfrentar os servos de Vadrga, que eram imunes aos golpes de armas feitas com qualquer outro metal. Com o fim da guerra, os deuses rebeldes - aqueles que não podiam ser destruídos - foram aprisionados em planos distantes, cujas passagens foram bloqueadas e esquecidas, e seus servos foram caçados e exterminados.

Com o passar dos anos, ficou claro que as forças das Trevas não foram completamente aniquiladas, apenas se esconderam em lugares distantes e profundos, onde passaram séculos tramando contra a forças dos deuses, até que, depois de tanto tempo, mesmo a vingança se tornou uma mera lembrança.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
O Ritual de Aprisionamento usa a regra de Acúmulo de Energia (Manual do Defensor, p.51)./ Kallyan precisará ler um pouco mais sobre o ritual para entender como ele realmente deve ser executado.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O grupo começa a sair do templo, impedindo que você consiga ler todos os passos do ritual. No entanto, quando estava prestes a fechar o livro, algo peculiar chama a sua a tenção em um dos passos iniciais: um símbolo que você identifica como uma chave de invocação. Não parece claro - a forma da mágica é muito diferente - mas tudo indica que o ritual foi criado a partir de uma mágica de invocação, como uma contra-mágica.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Dados dos Personagens
Cerridwen: PVs 10, PMs 10; PE 0; T$ 2.650.
Gaius: PVs 24, PMs 20; PE 1; T$ 200.
Erk: PVs 10, PMs 6; PE 5; T$ 880.
Kallyan: PVs 20, PMs 47; PE 0; T$ 1.100.
Maryanne: PVs 20, PMs 17; PE 6; T$ 960.
Nadinah: Pvs 10, PMs 20; PE 0; T$ 3.280.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Editado pela última vez por Aquila em 15 Mar 2017, 21:17, em um total de 6 vezes.

Avatar do usuário
Lucena
Mensagens: 4014
Registrado em: 13 Jan 2015, 21:24

Re: Tormenta Alpha - A Maldição do Trono (ON)

Mensagem por Lucena » 11 Mar 2017, 22:57

Nadinah, concentrada como estava em comparar os mapas de Carver e da Capitã, demora a perceber que lhe havia sido dirigido uma pergunta.
- Senhora, acaso sabe algo sobre Vadrga, a Deusa dos Lobos? Toda informação é bem-vinda.
Oh, infelizmente muito pouco. Sei que é a deusa dos lobos, wargs e lobisomens, que é creditada com a criação dos últimos e do krenshar. Que as vezes é referida como filha da terrível Tenebra, mas as vezes só como sua serva. Me desculpe, mas não tenho nenhum conhecimento a oferecer que não encontrará nestes documentos.
Posso fazer um teste de Ciências Proibidas para conseguir mais informações dos textos?
Everything Lives!

Código: Selecionar todos

[quote="Pelleas"][img]https://i.imgur.com/qkSeY1p.png[/img]
 [/quote]

Avatar do usuário
Kaidre
Mensagens: 5786
Registrado em: 11 Dez 2013, 14:40

Erick

Mensagem por Kaidre » 12 Mar 2017, 12:12

A capitã se adianta e começa a distribuir comandos e funções para todos os presentes. A experiência da no exército provavelmente seria de grande utilidade, no entanto, ela estava ignorando alguns fatores fundamentais.

- Creio que isso não será necessário capitã. Sou conhecido na vila e acredito que posso conseguir algumas montarias para nós.

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17215
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: Tormenta Alpha - A Maldição do Trono (ON)

Mensagem por Aldenor » 12 Mar 2017, 14:42

A membra do Protetorado do Reino mostrava sua personalidade de liderança nata. Maryanne meneava com a cabeça, discretamente, aparentemente concordando com tudo que estava sendo dito. Ela decidia o que cada um faria com um tom de voz imperativo, sem abrir espaço para debate. Era o esperado de uma pessoa acostumada a uma vida de respeito à hierarquias e soluções práticas.
Cerridwen
Imagem
Você, garota!
Tomou um susto quando Cerridwen apontou para ela.
Maryanne
Imagem
Hum? Eu?
Ou pelo menos parecia ter tomado um susto. Maryanne seguia sua performance.
Cerridwen
Imagem
Parece ser experiente com a espada, você segue ao meu lado.
Com uma voz incerta e meio tímida, Maryanne prossegue.
Maryanne
Imagem
Oh, certo... tudo bem...
Concordou com o plano de seguir ao lado dela. Parecia ótimo. A mulher exalava confiança e determinação.
Cerridwen
Imagem
Se protegermos uns aos outros como uma unidade as chances de sermos surpreendidos é menos.
Maryanne
Imagem
Concordo, senhora Cerridwen. É uma honra ter alguém do Protetorado para nos ajudar. Darei o meu melhor.
"Ela parece inteligente. Inteligente demais... muitas pessoas importantes aparecendo por essa região no meio do nada..." pensa a menina com seriedade, mas sua expressão externa demonstrava calma e serenidade.

Quando Cerridwen voltou a falar com Erick e Nadinah, Maryanne parou para observar mais a mulher de rosto oculto.
Nadinah
Imagem
Oh, infelizmente muito pouco. Sei que é a deusa dos lobos, wargs e lobisomens, que é creditada com a criação dos últimos e do krenshar. Que as vezes é referida como filha da terrível Tenebra, mas as vezes só como sua serva. Me desculpe, mas não tenho nenhum conhecimento a oferecer que não encontrará nestes documentos.
Maryanne fitava os modos como Nadinah movia seu corpo e aonde seus olhos misteriosos miravam. Não tentou esconder esse fato de ninguém, pois queria transparecer curiosidade para com a nativa do Deserto.

Cerridwen se adiantou para sair em busca de montarias e Erick mostrou que ajudaria. Maryanne apenas prosseguiu, deixando de reparar em Nadinah por enquanto e passou a andar ao lado da capitã - já obedecendo sua função.
Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Avatar do usuário
Padre Judas
Mensagens: 8798
Registrado em: 13 Dez 2013, 16:44
Localização: Belo Horizonte - MG

Re: Tormenta Alpha - A Maldição do Trono (ON)

Mensagem por Padre Judas » 12 Mar 2017, 20:40

Kallyan leu as passagens algumas vezes antes de devolver o tomo à clériga de Tanna-Toh. A capitã do Protetorado lhe pede para invocar alguma criatura como batedora.
Kallyan
Imagem
- Claro, isso não será um problema.
Ele escuta com atenção as palavras de Nadinah e balança a cabeça afirmativamente.
Kallyan
Imagem
- Entendo. De qualquer modo, ajudou. Obrigado.

- Bem, Mestre Erick, respondendo à sua pergunta: o ritual é bastante primitivo. Como você sabe, as pessoas tendem a acreditar que magia é simples, que basta estalar os dedos e enunciar algumas palavras estranhas para curvar o mundo à sua vontade. Isto é um erro, claro. A tradição arcana contemporânea provém dos elfos – seu conhecimento acabou por se espalhar pelos povos de Arton-Sul que o trouxeram consigo quando migraram para cá. Mas antes disso humanos – e outros povos – praticavam uma forma diferente. Mais rústica, instintiva, seguindo procedimentos marcados por falhas metodológicas e superstição. E é este tipo de magia que foi utilizado aqui.

- Dito isto, tenho uma ideia do que fazer. Se a Senhora Nadinah me permitir permanecer com o tomo por mais algum tempo, posso estuda-lo e descobrir como realizar o ritual. É como acender uma fogueira com pauzinhos ao invés de uma pederneira. Difícil, mas não impossível. Se tivéssemos tempo, poderia até adaptá-lo para uma forma mais... racional. Mas é algo que demandaria meses ou até anos.
Ele segue os demais para fora, à espera.
Kallyan
Imagem
- Precisaremos de montarias. Posso prover uma para mim, mas isto implicaria em problemas para termos um batedor, conforme a capitã solicitou.
BAÚ DO JUDAS
JUDASVERSO

Alexander: Witch Slayer [Kaito_Sensei]
Dahllila: Relíquias de Brachian [John Lessard, TRPG]
Hoggar: Monstromaquia [DiceScarlet]
Jonz: Tormenta do Rei da Tempestade [John Lessard, D&D5E]
Syrion: Playtest T20 [Aquila]
Yellow: Defensores de Mega City [John Lessard]

Avatar do usuário
DiceScarlata
Mensagens: 1609
Registrado em: 22 Jan 2017, 02:15

Re: Tormenta Alpha - A Maldição do Trono (ON)

Mensagem por DiceScarlata » 13 Mar 2017, 20:00

Gaius Punhos de Sangue
Imagem

- Como desejar, capitã.

Gaius sorri diante da sugestão/comando da capitã do reinado. Ela rapidamente estudou os presentes e criou uma formação eficiente. Gostava de onde fora colocado: A frente. Onde poderia lutar, proteger ou sofrer os riscos no lugar de outros. Olhou para Annora, sentindo sua curiosidade na dama do deserto, mas achou melhor guardar sua dúvida para depois"

- Que assim seja, ajudarei nos preparativos para partirmos. Creio que se vamos viajar rápido, levaremos pouco peso não? Ainda sim deixe qualquer bagagem para mim que prenderei as montarias.

*Se dirige ao mago Kallyan e a dama do deserto Nadinah^

- Se precisarem que eu faça algo, basta me pedirem por favor.

*Olhou para Erick, um olhar de desafio começava a nascer, mas então respirou fundo e apenas acenou com a cabeça e se pôs a ajudar no que fosse preciso para que pudessem partir em segurança e com eficiência"
Tribo Scarlata


- MUNDO DE ARTON: GRUPO MADEIRA DE TOLLON (on):Angra Cabelos de Fogo
- MUNDO DE ARTON: GRUPO AÇO-RUBI (on): Jihad das Areias Vermelhas
- MUNDO DE ARTON: GRUPO JADE (on):Sr. Fuu
- JOHNVERSE: PRESA DE FERRO (on): Jinx - Cruzado da Ordem dos cabeças de Dado
- JUDASVERSO: CRÔNICAS DA TORMENTA (on): Nagamaki no Gouka!
- FUI REENCARNADO COMO MONSTRO (on): Gizmo
- OUTONO (on): Sandman

Avatar do usuário
Lannister
Mensagens: 1163
Registrado em: 14 Dez 2013, 15:35

Re: Tormenta Alpha - A Maldição do Trono (ON)

Mensagem por Lannister » 14 Mar 2017, 13:29

Cerridwen apenas confirma com a cabeça mantendo sua postura militar, aprendeu durante anos de serviço como se portar e isso acabou incrustando em sua personalidade, sendo assim mesmo não possuindo sua patente oficial devido a acontecimentos passados, ela ainda o mantém com orgulho já que tudo o que ocorreu não passa de um plano criminoso que ela colocaria um fim , não hoje, não amanhã,mas um dia ela colocaria um fim e finalmente veria sua amada filha Cyris novamente.

-Pois bem mago Erick, deixo essa incumbência com o senhor, creio que 3 montarias seja os suficientes para levar todos nós o que não será necessário o mago Kallyan desperdiçar uma de suas magias, necessitaremos de uma ave batedoras e até onde eu sei ,magos podem ver através dos olhos dela. Então Annora peço que enquanto viajarmos fique atenta ao Kallyan ele viajará no meio de nós, noto a sua forma de olhar e é de alguém que certamente não se permite ser pega de surpresa. Enquanto isso irei até a guarda pegar mais informações sobre o caminho que seguiremos, talvez os batedores e caçadores da cidade possam me passar alguma informação relevante e evitarmos cairmos em armadilhas naturais ou artificiais. Senhor Gaius, você só não aparenta ter uma força poderosa mas sua integridade também, admiro isso em um soldado, é uma honra tê-lo conosco.


A capitã se despede com uma ceno de cabeça a todos não antes de olhar novamente pra os grilhões que o minauro usava, ela olha sem disfarçar e em seguida olhava para ele como se dissesse "Em outra ocasião discutiremos isso" e vira-se fazendo sua capa esvoaçar e segue novamente em direção a guarda da cidade em busca dos batedores e caçadores.

[Se possível durante a conversa com possiveis batedores e por eu ter usado Conhecimento Militar pra Sobrevivência, queria memorizar a Pericia.]
Imagem

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17215
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: Tormenta Alpha - A Maldição do Trono (ON)

Mensagem por Aldenor » 14 Mar 2017, 19:38

Maryanne assente com a cabeça e vê a capitã sair. Maryanne olha para Kallyan.
Maryanne
Imagem
Bom, parece que vou ter que cuidar do senhor. Não se incomode.
Sorriu gentilmente. Mas sua mente maquinava.

"Quero saber é onde Nadinah estará... "
Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Responder

Voltar para “Crônicas da Tormenta”