Ninho do Urubu 2.0

Espaço para mostrar o material criado por você, de contos a desenhos. Leia e comente sobre as criações dos colegas do fórum!
Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17414
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: Ninho do Urubu 2.0

Mensagem por Aldenor » 28 Dez 2019, 11:12

Maryanne Incarn Maedoc

Classe: Bucaneira 3.
Raça: Humana.
Origem: Gladiadora (arma exótica: chicote; talento Acuidade com Arma).
Divindade: Valkaria.

Imagem

Atributos: For 12 (+1), Des 18 (+4), Cons 14 (+2), Int 16 (+3), Sab 8 (-1), Car 16 (+3).
Características: PV 30, PM 9, CA 21 (+4 Des +3 Car, +3 armadura, +1 classe), RD 0.

ATAQUES
Luta +4
*Chuan +8 (1d6+4, 18/x2, corte)
*Chuan¹ +11 (1d6+7, 18/x2, corte)
Adaga +7 (1d4+4, 19/x2, perfuração)
Chicote +7 (1d3+4, 20/x2, alcance 4,5m, corte)

¹ quando não estiver usando nada na outra mão.

* Cimitarra, usado com aparência da chuan do Império de Jade.

Pontaria +7
Pistola +7 (2d6, 19/x3, alcance curto, perfuração)
Adaga +7 (1d4+4, 19/x2, alcance curto, perfuração)

Perícias: Acrobacia +7, Atletismo +4, Atuação +6, Enganação +8, Furtividade +7 (+6)*, Iniciativa +7, Luta +4, Percepção +2, Pontaria +7, Reflexos +7.

* -1 por armadura de couro batido.

Proficiências: Armas marciais, chicote e pistolas; valkar, élfico, dracônico e táurico.

HABILIDADES RACIAIS

+2 em Destreza, Inteligência e Carisma
1 talento, 1 perícia extra.

HABILIDADES DE CLASSE

Audácia, autoconfiança, evasão, poder da esperteza (esgrimista, aparar), esquiva +1.

TALENTOS

Proficiência. Chicote e pistola.

Acuidade com Arma. Usa Destreza ao invés de Força em testes de ataque e dano com armas leves de corpo a corpo.

EQUIPAMENTOS

Dinheiro: T$ 71.
Carga: 35 kg (leve 36 kg).

Mochila (1 kg), saco de dormir (2,5 kg), traje de viajante (2 kg), corda 10m (1 T$; 5 kg), odre (1 T$; 2 kg), lampião (7 T$; 1 kg), instrumento musical: bandolim (50 T$; 1,5 kg), essência de mana x4 (200 T$; 2 kg), adaga (0,5 kg), *chuan (2 kg), chicote (1 kg), couro batido (10 kg), pistola (250 T$; 0,5 kg), munição x2 (20 T$; 4 kg).

* Cimitarra, usado com aparência da chuan do Império de Jade.
Maryanne Incarn Maedoc é filha de um casal de aventureiros aposentados, famosos heróis do Protetorado do Reino no passado. A jovem cresceu à sombra do irmão, que sempre demonstrou vontade de ser um herói como os pais. Maryanne desviou seu interesse para as artes, mas com o tempo também passou a ficar instigada pela empolgação do irmão em se tornar uma aventureira.

Quando seu irmão brigou com seu mentor tamuraniano, Maryanne pediu para treinar com ele secretamente, sem que ninguém soubesse. Anos depois, preparada, viu seu irmão partir em aventuras e ela avisou a todos que estudaria no conservatório de bardos em Gorendill. Porém, ela se tornou aventureira em busca de seu lugar no mundo.
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17414
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: Ninho do Urubu 2.0

Mensagem por Aldenor » 06 Mar 2020, 18:57

Imagem
Nome: Valdaglerion do Amor
Raça: Elfo
Classe: Bucaneiro 5
Origem: Capanga
Sexo: Masculino Idade: 264 anos Divindade: Oceano, Hynnin e Nimb Tamanho: Médio Idiomas: Élfico, valkar, táurico, goblin, anão e silvestre Altura: 1,72m Peso: 58 kg

Habilidades:
FOR 8 (-1), DES 18 (+4), CON 12 (+1), INT 18 (+4), SAB 8 (-1), CAR 16 (+3)
CA: 22 (+4 Des, +3 Car, +1 esquiva sagaz, +4 armadura) PV: 37 PM: 20 Deslocamento: 12m.

Ataques:
Corpo a corpo:
Cimitarra maciça +8 (1d6+4, 18-20/x3; corte).
Machadinha afiada +9 (1d6+4, x3; corte).
* Esgrimista: cimitarra maciça +12 (1d6+8, 18-20/x3; corte).
* Esgrimista: machadinha afiada +13 (1d6+8, x3; corte).

Distância:
Arco longo afiado +9 (1d8, x3, médio; perfuração).
Granada +8 (4d6, curto; trovão).
Machadinha afiada +9 (1d6+4, x3, curto; corte).

Perícias:
Luta +3, Atletismo +3, Acrobacia +8 (+6)², Enganação +7 (+9)¹, Furtividade +8 (+6)², Iniciativa +8, Jogatina +7, Navegação +3, Pontaria +8; Percepção +3*.
Fortitude: +3* Reflexos: +8 Vontade: +1*

* Não treinado.
¹ para fintar.
² com couro batido reforçado.

Origem: Poder de combate e itens (bandana, tatuagem da Guilda Naval Vlamingen, uma granada.)

Poderes:
Origem: Acuidade com Arma.

Habilidades Raciais:
INT +4, DES +2, CON -2
Graça de Glórienn. Deslocamento é 12m (em vez de 9m).
Herança feérica. Recebe +1 ponto de mana por nível.
Sentidos élficos. Recebe visão na penumbra e +2 em Misticismo e Percepção.

Habilidades de Classe:
Audácia, insolência, evasão, poder de bucaneiro (esgrimista, aparar, ripostar, finta), esquiva sagaz +1, panache.

Dinheiro: T$: 28
Equipamentos:
Cimitarra maciça (315 T$; 2 kg), machadinha afiada (306 T$; 2 kg), arco longo afiado (400 T$; 1,5 kg), Flechas x2 (2 T$; 3 kg), couro batido reforçado (325 T$; 10 kg), mochila (1 kg), saco de dormir (2,5 kg), traje de viajante (2 kg), odre (1 T$; 2 kg), ração de viagem x6 (3 T$; 3 kg), essência de mana x4 (200 T$; 0,4 kg), égua de guerra: Patty (400 T$), sela (20 T$).
Carga: 29,4 kg (máximo leve: 24 kg)
Mochila, saco de dormir, odre, ração de viagem (total: 8,5 kg) ficam na sela. Peso vai para 20,9 kg, dentro da carga leve.

Histórico:

Valdaglerion do Amor é como este espadachim élfico é conhecido. Participou da frota naval élfica quando jovem, mas não tinha a paciência necessária como os demais elfos para o trabalho. Sempre foi um duelista e romântico incorrigível, encontrou muitos problemas quando era da frota naval.

Quando Lenórienn caiu, foi um dos primeiros a fugir escondido em um navio de refugiados que partiu para Tollon destinado aos nobres ligados à natureza. Quando aportou em terra firme, foi o primeiro a perceber que estavam sendo enganados e levados para Ahlen, onde seriam escravizados por minotauros. Fugindo, encontrou na Guilda Naval Vlamingen de Malpetrim um refúgio seguro. Apesar do nome estar ligado a atividade marítimas, a guilda era formada apenas por aventureiros e de todos os tipos. Ali ele pôde se aventurar por um tempo vendendo suas habilidades como espadachim. No começo ele não era filiado de verdade à guilda, mas amou aquele bando no primeiro minuto que lá esteve, pois foi acolhido sem nenhum preconceito que os elfos sentiam e ninguém ali tentou vendê-lo aos minotauros.

Porém, o coração de Valdaglerion era inquieto e ele foi seduzido pela vida na estrada, na aventura, na glória e na fama. Logo desapareceu da guilda com o ouro destinado a eles para seguir sua “carreira solo”. A alcunha foi ganha quando ele seduziu dez damas da sociedade em um baile em Altrim, capital de Petrynia.

Com as Guerras Táuricas, decidiu voltar à guilda para se proteger e foi recebido mesmo assim de braços abertos e sua dívida perdoada. Valdaglerion era adorado pelos líderes e por pelo menos duas mulheres aventureiras da guilda.

O triangulo amoroso se arrastou por anos, com ele enrolando as duas. Até que um belo dia elas lhe deram o pé na bunda. Em 1410, com o coração partido, decidiu abandonar de vez a Guilda Naval Vlamingen e seguir seu rumo sozinho em busca de novas donzelas e novos sacos de ouro. Porém, a Vlamingen estava cravada para sempre em sua alma e corpo na forma de uma tatuagem no peito, na altura do coração.
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Avatar do usuário
Aldenor
Mensagens: 17414
Registrado em: 09 Dez 2013, 18:13
Localização: Curitiba, PR

Re: Ninho do Urubu 2.0

Mensagem por Aldenor » 30 Mar 2020, 20:53

Hadriannus

Classe: Guerreiro 3.
Raça: Minotauro
Origem: Gladiador.
Divindade: Tauron

Imagem

Atributos: For 20 (+5), Des 14 (+2), Con 16 (+3), Int 10 (+0), Sab 8 (-1), Car 14 (+2).
Características: PV 36, PM 9, CA 18 (+2 Des, +5 armadura, +1 couro rígido), RD 0, Deslocamento 9m.

ATAQUES
Luta +8
Montante maciça +8 (2d6+11, 19/x3, corte)
Chifre +8 (1d6+5, 20/x2, perfuração)

Pontaria +3
-

Perícias:
Luta +8, Fortitude +5 (classe), Atletismo +8, Iniciativa +5 (adicionais da classe), Intimidação +5 (+8) (origem).

Proficiências: Armas marciais, armaduras pesadas e escudos.

HABILIDADES RACIAIS
• Força +4, Constituição +2, Sabedoria -2.
• Chifres: ataque natural com chifres (1d6, crítico x2, perfuração), por 1 PM.
• Couro Rígido: Defesa +1.
• Faro: Não fica desprevenido e sofre apenas camuflagem (e não camuflagem total) contra inimigos que não possa ver.
• Medo de Altura: Adjacente a uma queda de 3m ou mais, fica abalado.

HABILIDADES DE CLASSE
Ataque especial (+4), poder de guerreiro (poder geral, especialização em arma: montante), durão.

PODERES GERAIS
Ataque Poderoso (origem).
Estilo de Duas Mãos (poder geral).

ORIGEM
Poder: um poder de combate (Ataque Poderoso).
Perícia: Luta.

EQUIPAMENTOS
Dinheiro: T$ 11.
Carga: 33 kg (leve 60 kg).
  • Mochila [1kg].
  • Saco de dormir [2,5 kg].
  • Traje de viajante [2kg].
  • Montante maciça [4 kg, T$ 350].
  • Couraça [15 kg, T$ 200].
  • Lampião [1 kg, T$ 7].
  • Odre [2 kg, T$ 1].
  • Pederneira [T$ 1].
  • Bálsamo restaurador [0,5 kg, T$ 25].
  • Ração de viagem x10 [5 kg, T$ 5].
Hadrianus nasceu em Tapista em uma comunidade de Tiberius, capital do reino dos minotauros. De família pobre, não tinha muitas oportunidades na vida. Seu pai era um artesão ex-legionário com uma mão cortada em batalha e sua mãe uma simples lavadeira “conquistada” em uma campanha na Grande Savana.

Hadrianus sempre foi muito forte, mesmo para um minotauro, e o caminho ideal seria seguir a carreira no exército. Durante sua juventude o chamado para ingressar as fileiras militares estava crescendo, pois rumores que o povo de Tauron iniciaria uma grande campanha.

Mas Hadrianus nunca gostou de disciplina ou o morticínio da guerra. Seu pai sempre contava as histórias de suas batalhas com horror nos olhos e amaldiçoava o capitão que o obrigou a uma missão suicida na qual perdera a mão e por pouco não perdera a vida.

Hadrianus, então, foi descoberto nos campos de terra batida. Brigava com outro minotauro por causa de uma mulher na frente de Mancinus, um empresário de gladiadores. Convidado para um teste, Hadrianus aceitou pela curiosidade. Foi assim que pôde demonstrar seu talento e tomar gosto pelo combate, principalmente no uso de armas grandes.

Hadrianus se tornou um gladiador ainda muito jovem, ganhando fama aonde ia, derrotando seus adversários com golpes cada vez mais poderosos usando a enorme força de seus braços. Ele teria uma carreira de sucesso até a velhice, mas seu pai faleceu.

A morte de seu pai o desnorteou totalmente, fazendo o jovem gladiador perder o gosto pelas lutas. Ficou viciado em bebidas alcoólicas, faltava treinamento e, com o tempo, perdeu seu contrato com as arenas.

Foi então que Hadrianus conheceu a Guilda Naval Vlamingen, em Malpetrim. Apesar do nome, não se tratava de uma guilda de marinheiros ou piratas, mas sim de aventureiros. Convidado para ingressar as fileiras da guilda como aventureiro, Hadrianus viu mais uma vez uma chance de encontrar um sentido em sua vida.[ quote]
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Imagem Imagem

Responder

Voltar para “Fan Fiction & Fan Art”